O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Analisando os resultados financeiros divulgados hoje pela Apple, os quais superaram expectativas

Gráfico de vendas da Apple

Hoje, a Apple revelou seus dados financeiros referentes ao segundo trimestre fiscal 2013, período que compreendeu o primeiro trimestre do ano comum e que desta vez durou 13 semanas.

Publicidade

Em um primeiro momento, as pessoas podem ficar receosas já que o lucro da empresa caiu comparado com o que foi apresentado no primeiro trimestre fiscal, mas vale ressaltar que naquele está compreendido a data do Natal e a Apple tinha acabado de lançar novos produtos no mercado, o que justifica uma maior receita nesse período. Um fato um pouco mais “preocupante” foi a queda de 18% em relação ao mesmo período de 2012; o CEO Tim Cook explicou isso como decorrência da margem de rentabilidade ocasionada pela alteração nas taxas de câmbio e a situação econômica mundial, mas é claro que a coisa pode ter sido ocasionada também pela ascensão da Samsung e da parceria Nokia/Microsoft.

Os resultados, em média, superaram todas as perspectivas de analistas, segundo a Thomson Reuters I/B/E/S. Geralmente há uma margem muito grande entre eles: os mais inexperientes colocam suas previsões lá nas nuvens enquanto os veteranos são mais sensatos, mas neste trimestre todos estavam bem alinhados em suas previsões. Muitos analistas esperaram até a última hora para dar suas opiniões, alguns estavam com recomendação de espera até alguns minutos antes de os relatórios serem divulgados e passaram para uma recomendação de compra com preço-alvo de US$700, principalmente pela espera em relação ao iOS 7 que pode impulsionar as vendas de um ‟iPhone 5S”. Resumidamente, acredito em um preço-alvo entre US$550 e US$600.

Eu esperava que, devido aos dados revelados ontem pela LG Display (de que a quantidade de telas encomendadas pela Apple teria diminuído), os números divulgados fossem menos empolgantes, mas não foi o que presenciei. Mesmo com a diminuição do lucro, a Apple ultrapassou fácil os ganhos da Microsoft e do Google. Juntas. A gigante de Redmond, por exemplo, anunciou uma receita de “apenas” US$21,46 bilhões contra US$43,6 bilhões da Apple. Lembrando que a Microsoft anda sofrendo com a diminuição das vendas de PCs e a baixa aceitação do Windows 8, mas vê seu Windows Phone crescer bem em mercados onde a Apple ainda não tem uma participação expressiva.

Gráfico de vendas da Apple

Gráfico de vendas da Apple

É claro que todos nós aguardávamos algo próximo dos números anunciados, porém fiquei realmente surpreso com dois casos, um positivo e outro negativo.

Publicidade

O negativo, e que eu não consegui entender até agora, é por que a Apple não divulgou a receita com a venda de iPods em seus relatórios iniciais? Só depois ela veio divulgar que eles geraram uma receita de US$5 milhões, isto é, uma queda de 26%. O iPad registrou um incrível aumento de 65% em suas vendas, principalmente devido ao iPad mini e a versão de 128GB do iPad de quarta geração, enquanto o iMac teve uma queda de 1,6% comparado aos 14% da indústria de PCs.

Publicidade

Porém, o fato que mais me chamou a atenção foi o aumento do programa de pagamento de retorno de capital, que teve seu valor dobrado e que torna a Apple a empresa que mais paga dividendos aos seus acionistas. É claro que isso só poderia gerar uma alta nos preços das ações, as quais já estavam 5% mais caras após o fechamento normal da NASDAQ.

Veremos o que irá acontecer no terceiro trimestre fiscal, em que analistas esperam algo em torno de US$40 bilhões em receita e um aumento na margem bruta da empresa. Lembrando que esse trimestre é complicado pois não temos nenhum lançamento agendado e os produtos lançados já estão sendo comercializados há, no mínimo, seis meses, diminuindo suas vendas consideravelmente.

Publicidade

One more thing… Cook, durante a conferência, deixou todos nós com uma pulga atrás da orelha ao afirmar que novas e “excitantes” categorias de produtos deverão ser anunciadas em breve pela empresa, possivelmente dentro do quarto trimestre fiscal — época comum de lançamentos, dado o histórico dos últimos anos. Hum… 😉

[gráficos via The Verge]

Ver comentários do post

Artigo Anterior
Meio logo da Apple

US$145 bilhões em caixa, 800 apps baixados por segundo, novos produtos chegando e mais sobre a conferência financeira da Apple

Próximo Artigo
Thumb do One Dollar Wednesday

Confira as ofertas de hoje no One Dollar Wednesday: Guest List Organizer HD e Earth 101

Posts Relacionados