O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Pixelmator 2.2 chega à Mac App Store trazendo novos recursos interessantíssimos; empresa comenta sua estratégia

Pixelmator 2.2

Nós destacamos aqui no MacMagazine três recursos interessantíssimos do Pixelmator 2.2 “Blueberry”: conversão de texto em forma; novo efeito “Light Leak”; e uma ótima ferramenta de seleção com pintura.

Publicidade

Pixelmator 2.2

Pois tudo isso acaba de chegar! O Pixelmator 2.2 já está disponível na App Store. 🙂

“Estamos entusiasmados em oferecer recursos avançados ainda mais fáceis de usar para os fãs do Pixelmator e continuaremos criando a melhor e a mais agradável experiência para edição de imagens”, disse Saulius Dailide, integrante da equipe do Pixelmator. “Com o novo recurso de ponta Smart Shape, pessoas podem melhorar plenamente suas imagens, criar logos, layouts para web, cartazes e muito mais, tudo isso muito mais facilmente do que antes.”

Além do que já vimos, a versão 2.2 traz popovers de cores para acesso mais rápido, novos presets para gradientes, melhorias nas ferramentas de desenho e na ferramenta de texto, capacidade de copiar e colar estilos de forma, e grandes melhorias no desempenho do aplicativo.

Publicidade

Confira dois vídeos os quais demonstram alguns dos novos recursos:

Formas Personalizadas (Custom Shapes)

Novas Formas (New Shapes)

Numa nota relacionada, logo após o anúncio da Adobe de que ela abandonará a Creative Suite em prol da Creative Cloud — migrando para uma estratégia de venda de assinaturas e não mais de produtos —, os responsáveis pelo Pixelmator resolveram comentar um pouco a estratégia. E começaram com uma bela espetada na gigante de softwares, já que o título do artigo é “Cloudiness” (algo como “Nebulosidade”).

No post, eles explicam que as políticas de preços, propriedade e filosofia de desenvolvimento do Pixelmator são completamente diferentes das da Adobe. Eles afirmam que estão focados apenas em uma coisa: criar o melhor editor de imagens do mundo — inclusive oferecendo atualizações como essa (2.2), implementando recursos bem bacanas sem cobrar nada a mais por isso — e muitas outras virão, oferecendo recursos ainda mais poderosos, de acordo com o post.

Depois do movimento da Adobe, eles têm certeza de que estão com as estratégias de preço (US$15), propriedade (nós, usuários, somos os donos do app) e desenvolvimento (foco em criar o melhor app de edição de imagens do mundo) corretas, e que isso é o certo a se fazer.

Particularmente, gosto muito desse modelo de negócios. Porém, a coisa não é tão simples assim. Eu já abandonei o Photoshop em prol do Pixelmator há muito tempo, mas é inegável que os softwares da Adobe — não só o Photoshop, mas muitos outros criados por ela — ainda oferecem vários recursos essenciais para quem de fato precisa de ferramentas altamente profissionais. Ao meu ver, a Adobe fez esse movimento por dois motivos: remuneração mais constante e combate à pirataria. Diria ainda que o segundo é o fator mais importante.

Publicidade

No caso do Pixelmator, isso é fácil e parcialmente resolvido já que a distribuição dele é feita pela Mac App Store, a qual chegou para diminuir as preocupações de desenvolvedores com pirataria — ainda que esse jogo de gato e rato seja uma constante. No caso da Adobe, além de não querer dar 30% das receitas dos apps para a Apple (uma regra para apps vendidos na loja), a Mac App Store “resolve o problema” apenas no OS X, ou seja, a Adobe ainda teria que resolver o pepino no Windows.

Vejo os dois movimentos como naturais e de acordo com as possibilidades de cada uma das empresas. Mas o legal mesmo é ver que, se algo der errado na estratégia, hoje em dia elas podem facilmente migrar de um formato para o outro — algo que antes, na época das caixas com CDs/DVDs, era praticamente impossível. 🙂


Ícone do app Pixelmator Classic
Pixelmator Classic de Pixelmator Team
Compatível com Macs
Versão 3.9.8 (116.3 MB)
Requer o macOS 10.14.4 ou superior
R$ 169,90Badge - Baixar na Mac App Store Código QR Código QR

[dica do Filipi Caris]

Ver comentários do post

Artigo Anterior
Gameloft - Asphalt 7 Heat

App da semana: Asphalt 7: Heat, da Gameloft

Próximo Artigo
Logo da Nissan

↪ Anúncio interativo para iPads da Nissan divulga, de uma forma bem bacana, a nova pintura regenerativa da empresa

Posts Relacionados