Antecedendo a chegada de iPads renovados, Microsoft e Amazon lançam novos tablets

Segunda geração dos Surfaces

Em outubro, muito provavelmente teremos um evento da Apple focado em iPads, no qual conheceremos a quinta geração do iPad de 9,7 polegadas e a segunda do iPad mini — rumores indicam que ele poderá acontecer no dia 15/10.

Publicidade

Segunda geração dos Surfaces

A concorrência sabe que a Apple lançará novos tablets em breve e já se mexeu. Na segunda-feira, a Microsoft apresentou ao mundo a segunda geração de seus tablets e novos acessórios, os quais chegarão a 22 países (nada de Brasil) no dia 22 de outubro — na China, no início de novembro.

Publicidade

As novidades foram poucas, aqui, então só passaremos rapidamente por elas. O Surface 2 vem com um processador NVIDIA Tegra 4, o qual ajuda na otimização geral, fazendo com que a bateria dure até dez horas para reprodução de vídeos (igual a iPads). A tela ClearType (de 10,1 polegadas) agora é Full HD (1920×1080 pixels), a porta USB foi atualizada para a versão 3.0 e as câmeras receberam um bom upgrade: a frontal agora tem 3,5 megapixels, enquanto a traseira tem 5 megapixels — ambas podem fazer vídeos em Full HD e trazem melhorias em baixas condições de luminosidade. Para completar, o Surface 2 é um pouco mais fino e leve, vem com o Windows RT 8.1, Office Home & Student 2013 RT, Outlook 2013 RT, com capacidades de 32GB e 64GB, e preços a partir de US$450.

Já o Surface Pro 2 traz um processador Intel da família Haswell (Core i5), o qual melhora a performance gráfica em até 50% e a bateria em até 75% — no geral, a performance está 20% melhor. O formato do tablet permanece o mesmo, mas agora são quatro versões disponíveis: 64GB e 128GB (com 4GB de RAM); 256GB e 512GB (com 8GB de RAM), ou seja, praticamente um notebook com tela sensível a toques. Tudo isso a partir de US$900.


Cases/teclados para os Surfaces

Além de tablets, a Microsoft apresentou sete novos acessórios: Touch Cover 2 [US$120] e Type Cover 2 [US$130] (capinhas com teclados embutidos, agora com novos sensores e retroiluminação), Power Cover [US$200] (capa com teclado e bateria e retoiluminação), Docking Station para o Surface Pro [US$200], adaptador sem fio para as capinhas com teclado [US$60] (para conectar o Surface a TVs, por exemplo, e digitar do sofá), carregador veicular [US$50] e Arc Touch Mouse Surface Edition [US$70].

Publicidade

Quem comprar um Surface novo poderá fazer ligações ilimitadas através do Skype e receberá 200GB de armazenamento (por dois anos) no SkyDrive, serviço online da empresa. Resumindo: um update básico para a linha de tablets da Microsoft que até hoje não decolou — não é à toa que a empresa está oferecendo um belo desconto para quem quer trocar iPads por Surfaces.

A Amazon também atualizou a linha Kindle Fire, mas, diferentemente da Microsoft, trouxe algo distinto para esta nova geração.

Kindle Fire HDX

Os Kindles Fire HDX vêm em duas opções, como os antigos Kindles Fire HD: 7″ e 8,9″. Eles trazem processadores quad-core Snapdragon 800 de 2,2GHz, telas de alta resolução (1920×1200 e 2560×1600 pixels respectivamente, com densidades de 323ppi e 339ppi), baterias mais duradouras, versões de 16GB, 32GB e 64GB com possibilidade de ter ou não conexão 4G (LTE), Fire OS 3.0 “Mojito”, câmera frontal HD e traseira de 8 megapixels (apenas no modelo de 8,9″), etc. Além disso, os tablets estão menores e mais leves que as antigas versões — veja o comparativo na tabela abaixo:

Comparativo de Kindles Fire

Apesar de muito parecidos, os tablets trazem novidades no design já que os botões físicos estão agora na parte traseira dos aparelhos.

Mas o bacana mesmo (para quem mora lá fora, é claro) é o botão virtual “Mayday”, localizado na tela dos Kindles e que serve para chamar o suporte 24/7 da Amazon.com. Basta tocar nele para entrar em contato com um técnico e tirar dúvidas sobre o hardware/software do dispositivo — o recurso permite ainda que o técnico desenhe na tela do aparelho ou que até mesmo tenha controle remoto para ajudar o consumidor a sanar dúvidas. Bem legal.

No mais, os Kindles Fire HDX continuam sendo tablets altamente voltados para os conteúdos da Amazon e custam a partir de US$230 (modelo de 7 polegadas) e US$380 (modelo de 8,9 polegadas) — disponíveis a partir do dia 18 de outubro.

[via MacRumors: 1, 2]

Posts relacionados