O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Apple vs. Google: qual aplicativo de mapas é o mais utilizado em iPhones?

Mapa antigo

A Apple tem muitos acertos no currículo e, até por isso, quando erra a coisa fica feia. Foi exatamente isso o que aconteceu em 2012, quando a empresa tirou os mapas do Google do seu sistema operacional móvel e embutiu sua própria solução.

Publicidade

Mapa antigo

Mapa antigo com bússola via Shutterstock.

A recepção nada calorosa foi um prato cheio para concorrentes, que aproveitaram a oportunidade para zombar da Maçã. Além disso, os problemas obrigaram Tim Cook a pedir desculpas publicamente — sem falar que influenciaram na demissão de Scott Forstall (ex-chefão do iOS) e Richard Williamson (um dos responsáveis pelos mapas).

Publicidade

Alguém aqui lembra exatamente o que motivou a Apple a investir numa solução própria? Acertou quem respondeu “navegação ponto a ponto guiada por voz”. Na época, escrevemos:

[…] A Maçã queria desenvolver um aplicativo que guiasse o usuário por voz, assim como diversos outros apps e dispositivos já fazem. Como a Apple utilizava os mapas da gigante de buscas, o Google impediu que ela implementasse essa função, a menos que desse mais visibilidade para ele — promovesse mais a marca Google entre usuários. Como a gigante de Cupertino não queria isso de forma nenhuma, a única forma de trazer a navegação guiada por voz ao iOS foi desenvolver seu próprio serviço de mapas.

Pois, de acordo com a comScore, quem se deu muito mal nessa história foi o Google. No ano passado, o Google Maps móvel tinha 81,1 milhões de usuários móveis nos Estados Unidos; já em setembro de 2013, o número caiu para 58,7 milhões. Enquanto isso, os mapas da Apple contam com 35 milhões de usuários, um número surpreendente se levarmos em consideração toda a mídia negativa em torno dele.

Não tenha dúvidas de que o fato de os mapas da Apple serem o padrão do iOS fazem uma enorme diferença, mas se a coisa estivesse muito ruim mesmo, as pessoas não continuariam usando o app. O que podemos concluir é que, para muitos, a solução da Maçã é mais do que suficiente e cumpre muito bem sua tarefa.

Publicidade

O The Guardian fez umas contas levando em consideração o market share da Apple nos EUA e concluiu que esses 35 milhões de usuários dos mapas dela representam 58% do total de donos de iPhones; cerca de 8,3 milhões de usuários estariam utilizando outras soluções de mapas — 2 milhões ainda estariam usando o Google Maps nativo do iOS 5 (ou anterior).

Apple e Google não comentam seus números de usuários de mapas, então é complicado confirmar. Mas se a informação for mesmo verídica (e tem tudo para ser), o uso dos mapas da Maçã está bem melhor do que muitos imaginavam…

[via MacRumors]

Ver comentários do post

Artigo Anterior
Ícone - Xcode

↪ Xcode 5.0.2 está agora disponível na Mac App Store [atualizado: OS X Server]

Próximo Artigo
Ícone da GLOBALFOUNDRIES

↪ Apple teria fechado acordo de fabricação de processadores com a GLOBALFOUNDRIES [atualizado]

Posts Relacionados