Em 2013, Apple vendeu mais tablets do que Samsung, ASUS, Amazon e Lenovo… juntas!

Pesquisa da Gartner sobre o mercado de tablets (2013)

De acordo com a última pesquisa da Gartner sobre o mercado de tablets, o market share da Apple encolheu de 2012 para 2013, passando de 52,8% para 36% — ainda que o mercado como um todo tenha crescido 68%.

Publicidade

Pesquisa da Gartner sobre o mercado de tablets (2013)

Muitos podem encarar esse números como ruins, mas existem duas formas de interpretá-los. A primeira é: a Apple se deu mal e perdeu bastante mercado em 2013. A segunda — mais adequada, ao meu ver — é: não adianta colocar a Apple contra *todas* as fabricantes do mercado juntas, pois a comparação é injusta.

É claro que, até hoje, todos destacaram isso pois era um feito impressionante para a Apple, sozinha, desbancar o Android, um sistema suportado por dezenas de fabricantes. Todavia, o mais correto justo seria mesmo o comparativo fabricante vs. fabricante.

Pesquisa da Gartner sobre o mercado de tablets (2013)

Conforme podemos ver na tabela acima, a Apple vendeu 70,4 milhões de iPads em 2013, 9 milhões a mais do que em 2012, quando vendeu 61,4 milhões de tablets. A Samsung também fez bonito, vendendo 37,4 milhões (um crescimento expressivo de 28,9 milhões se comparado a 2012). Ainda assim, estamos falando de praticamente metade do que a Apple comercializou! Para termos uma ideia, a Maçã vendeu mais tablets do que Samsung, ASUS, Amazon e Lenovo… *juntas*!

Publicidade

Outro dado da pesquisa da Gartner que merece atenção: mercados emergentes (como o Brasil) tiveram um crescimento de 145% no mercado de tablets em 2013, enquanto mercados maduros cresceram “apenas” 31%.

Mas voltando ao assunto “Apple vs. o mundo”, como disse, é difícil comparar uma única empresa contra todo um ecossistema formado por outras dezenas de fabricantes. E como o Android teve um ótimo crescimento (127%), o iOS viu seu reinado no mercado de tablets acabar, com o sistema operacional móvel do Google chegando a 62% de participação de mercado — contra 36% do iOS.

Publicidade

Tim Cook (CEO da Apple), porém, já deixou claro que market share não é o foco da empresa — nós, brasileiros, sabemos melhor do que ninguém que produtos da Apple não são baratos, o que reflete diretamente nessa briga por participação de mercado. Para Cook, as métricas “satisfação do usuário” e “participação de tráfego” (ou seja, uso real do produto) são muito mais importantes, ainda que market share tenha, sim, o seu valor.

[via 9to5Mac]

Posts relacionados