O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

China: Apple responde acusação de que poderia ter acesso a informações de localização de usuários

Ícone do Mapas do iOS

Na semana passada, o Wall Street Journal informou que a CCTV (China Central TV) está muito preocupada com o recurso de rastreamento de localização do iOS.

Publicidade

Privacidade no iOS 7Na sexta-feira, a influente emissora estatal da China chamou a função de rastreamento de localização oferecida pelo iPhone, da Apple, de um “problema de segurança nacional”, no mais recente sinal de um retrocesso no país contra empresas de tecnologia dos Estados Unidos.

Em sua transmissão nacional ao meio-dia, a estatal China Central Television criticou a função “Locais Frequentes” no sistema operacional móvel iOS 7, da Apple, que registra a hora e o local dos movimentos do proprietário. O relatório citou pesquisadores que disseram que pessoas com acesso a esses dados poderiam adquirir conhecimento da situação econômica da China ou até mesmo “segredos de Estado”.

Deixando as teorias de conspiração de lado, todos sabem — ou deveriam saber — que o recurso é facilmente desativado. Basta ir em Ajustes » Privacidade » Serv. Localização » Serviços do Sistema » Locais Frequentes e desativar a opção. Isso sem contar que, ao ativar o iPhone pela primeira vez, o usuário pode escolher se quer ou não ativar tais recursos de rastreamento de localização.

A Apple, é claro, não ia deixar uma acusação dessas passar despercebida e tratou de responder à CCTV através de uma carta aberta em seu site. Confira a nossa tradução livre:

A privacidade da sua localização

A Apple está profundamente empenhada em proteger a privacidade de todos os nossos clientes. A privacidade é implementada em nossos produtos e serviços desde os primeiros estágios do projeto. Trabalhamos incansavelmente para oferecer o hardware e software mais seguros do mundo. Ao contrário de muitas empresas, o nosso negócio não depende de coletar grandes quantidades de dados pessoais de nossos clientes. Estamos fortemente empenhados em oferecer aos nossos clientes avisos claros e transparentes, escolha e controle sobre suas informações, e acreditamos que nossos produtos fazem isso de uma forma simples e elegante.

Agradecemos o esforço da CCTV em ajudar a educar os clientes sobre um tema que achamos que é muito importante. Queremos nos certificar de que todos os nossos clientes na China estejam cientes do que fazemos e não fazemos quando se trata de privacidade e seus dados pessoais.

Nossos clientes querem e esperam que seus dispositivos móveis sejam capazes de determinar sua localização atual com rapidez e confiabilidade para atividades específicas, tais como fazer compras, viajar, encontrar o restaurante mais próximo ou o cálculo do tempo que leva para chegar ao trabalho. Fazemos isso no dispositivo. A Apple não rastreia a localização de usuários — nós nunca fizemos isso e não temos planos de fazer.

Calcular a localização de um telefone usando apenas dados de satélites GPS pode demorar alguns minutos. O iPhone pode reduzir esse tempo para apenas alguns segundos usando hotspots WLAN pré-armazenados e dados de localização de torres de celular combinados com informações sobre quais hotspots e torres de celular estão sendo recebidas pelo iPhone. A fim de alcançar este objetivo, a Apple mantém um banco de dados colaborativo, de origem segura, contendo os locais conhecidos de torres de celular e pontos de acesso WLAN que coleta de milhões de dispositivos. É importante ressaltar que, durante este processo de coleta, um aparelho da Apple não transmite nenhum dado que está associado exclusivamente ao dispositivo ou ao cliente.

A Apple oferece aos clientes o controle sobre a coleta e o uso de dados de localização em todos os dispositivos. Os clientes têm que permitir tais serviços de localização, já que eles não são uma configuração padrão. A Apple não permite que nenhum aplicativo receba informações de localização do dispositivo sem antes receber o consentimento explícito do usuário através de um simples alerta popup. Este alerta é obrigatório e não pode ser substituído. Os clientes podem mudar de ideia e desativar os serviços de localização para aplicativos ou serviços individuais a qualquer momento, usando os simples interruptores “On/Off”. Quando um usuário desliga os dados de localização de um aplicativo ou serviço, ele interrompe a coleta de dados. Os pais também podem usar as restrições para impedir o acesso de seus filhos aos serviços de localização.

Quando se trata de usar o iPhone para condições de tráfego, o iOS pode capturar os locais frequentes a fim de fornecer informações do trajeto na visualização Hoje, da Central de Notificações, e para mostrar uma rota alternativa automática no CarPlay. Os locais frequentes são armazenados apenas no dispositivo iOS do cliente, eles não são copiados para o iTunes ou o iCloud, e são criptografados. A Apple não obtém e não sabe os locais frequentes do usuário, e essa característica pode ser sempre desligada através das configurações de privacidade.

A Apple não tem acesso aos locais frequentes ou ao cache de localização no iPhone de nenhum usuário em nenhum momento. Nós criptografamos o cache utilizando a senha do usuário e as informações estão protegidas contra o acesso de qualquer aplicativo. No interesse de uma transparência ainda maior com nossos clientes, se alguém digitar seu código de acesso com sucesso, ele será capaz de ver os dados coletados em seu dispositivo. Uma vez que o dispositivo está bloqueado, ninguém é capaz de ver que a informação sem digitar a senha.

Como já dissemos antes, a Apple nunca trabalhou com nenhuma agência do governo de nenhum país para criar um backdoor em nenhum de nossos produtos ou serviços. Nós também nunca permitimos acesso aos nossos servidores. E nós nunca permitiremos. É algo que falamos com muita segurança.

Taí a declaração da empresa.

[via The Loop: 1, 2]

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
iBeacon

Surgem documentações de um novo dispositivo da Apple que utiliza a tecnologia iBeacon

Próximo Artigo
Destaque - iTunes Extras

↪ Apple destaca filmes em HD que contam com iTunes Extras em sua loja

Posts Relacionados