Eis que surge uma nova possível resolução para o futuro iPhone

Nova resolução - SDK do iOS

Os rumores sobre o “iPhone 6” estão rolando há bastante tempo. Tudo indica que a Apple lançará mesmo novos modelos do seu smartphone com novos tamanhos (4,7 e 5,5 polegadas) e, com isso, surgem várias perguntas. Uma delas é quais serão as resoluções desses aparelhos — afinal, manter a resolução do iPhone 5s (1136×640 pixels) em aparelhos maiores não faz muito sentido, já que isso seria uma “regressão”.

Publicidade

Em abril, um desenvolvedor explicou por que acha que a tela de 4,7 polegadas do “iPhone 6” poderia ter uma resolução de 1334×750 pixels. Em maio, surgiu o rumor de que na verdade essa tela poderia ter 1704×960 pixels. Apesar de todas as duas terem sido muito bem embasadas, hoje o 9to5Mac achou evidências no Xcode (ferramenta de desenvolvimento para iOS e OS X, da Apple) de que esse futuro iPhone poderá ter, na verdade, uma resolução de 1472×828 pixels.

Funciona assim: o SDK (software development kit, ou kit de desenvolvimento de software) trabalha com “valores de pontos”. Isso quer dizer que, para desenvolvedores, a resolução dos iPhones 5/5c/5s é de na verdade 568×320 pixels. Para usuários, porém, essa resolução “dobra” (@2x; ocupando o mesmo espaço), totalizando 1136×640 pixels. Isso, na prática, é o que a Apple chama de “tela Retina”.

Nova resolução - SDK do iOS

Conforme podemos ver na imagem acima, o SDK agora aponta para uma resolução de 736×414 pixels. Levando em conta o atual esquema utilizado pela Apple (de dobrar esses valores para chegarmos à resolução final dos aparelhos com tela Retina), podemos concluir que o “iPhone 6” poderá ter uma resolução de 1472×828 pixels.

Supondo que essa seja mesmo a resolução dos futuros aparelhos, o “iPhone 6” de 4,7 polegadas teria 359ppi (pixels per inch, ou pixels por polegada), enquanto o modelo de 5,5 polegadas teria 307ppi. Comparativamente, a atual geração de iPhones tem 326ppi.

Publicidade

Sim, no caso do “iPhone 6” de 5,5 polegadas, teríamos um “retrocesso” na densidade de pixels. Conforme a Apple já explicou no passado, a definição de uma tela Retina é calculada com base na capacidade do olho humano em distinguir dois pontos separados por um minuto de arco (1/60 grau), o que equivaleria a ~300 pontos por polegada a cerca de 25-30 centímetros de distância. Nesse caso, mesmo tendo um retrocesso, o “iPhone 6” de 5,5 polegadas ainda se enquadraria no que a empresa chama de tela Retina.

Existe, porém, a chance de a Apple implementar um novo salto na resolução do iPhone, multiplicando por três (@3x) em vez de dois (@2x) os gráficos criados para os aparelhos. Neste caso, a resolução dos supostos iPhones seria de 2208×1242 pixels, o que daria uma densidade de 539ppi (modelo de 4,7 polegadas) e 460ppi (modelo de 5,5 polegadas).

Publicidade

A chance existe, mas olhando para essa resolução estrondosa e essas densidades descomunais, particularmente acredito que a Apple continuará dobrando (@2x) os gráficos, o que me faz crer que 1472×828 pode mesmo ser o número mágico.

Vale notar que essas resoluções mantêm a proporção de 16:9, ideal para assistirmos a vídeos widescreen. Além disso, ainda que não existam evidências que apontem para isso, essa nova resolução possibilitaria à Apple adicionar mais duas linhas e uma coluna para ícones de apps na Tela Inicial de iPhones, elevando o número de apps para 35 (sem contar com os ícones que ficam no Dock).

Dia 9 está chegando! 😛

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…