O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Apple Watch: o que a empresa não comentou, dúvidas e curiosidades sobre o relógio da Maçã [atualizado]

Orientação do Apple Watch

Muitos de nós ainda estamos digerindo a apresentação do Apple Watch. É verdade que existe muita coisa no site da Apple sobre o seu mais novo produto mas, por outro lado, faltam muitas informações sobre o iProduct que só chegará ao mercado em 2015.

Publicidade

Ao menos algumas coisas foram esclarecidas durante entrevistas após o evento da Apple — e que não foram comentadas na keynote ou não estão na página do produto.

Orientação do Apple WatchOrientação do Apple Watch

A primeira é que, se você é canhoto e/ou gosta de utilizar o relógio no pulso direito, será possível configurar o Apple Watch para que as informações não fiquem de “cabeça para baixo”. Como as pulseiras do relógio são intercambiáveis, isso também não será um problema. O design do relógio como um todo, porém, foi concebido para utilizado no pulso esquerdo — ou seja, com ele invertido a coroa ficará do lado de baixo.

Apple Watch

A segunda é a respeito da resistência a água. Sim, ele é *resistente* a água, e não à prova d’água. Isso quer dizer que provavelmente aguenta uma corrida na chuva, mas não um banho ou um mergulho na piscina.

Publicidade

A terceira é que os aplicativos de terceiros para o Apple Watch serão instalados pelo iPhone. Como exatamente ainda não sabemos, mas é assim que a coisa funcionará. Para reordenar os ícones dos apps no Watch… bem, a técnica aqui é a mesma de iPads e iPhones/iPods touch: pressione um ícone por alguns segundos e depois arraste-o para a posição desejada.

Publicidade

Sabe aquele botão que tem na base do seu telefone sem fio e que você aperta quando não sabe onde o telefone propriamente dito está? Pois o Apple Watch terá um botão [virtual] desses para você achar o seu iPhone quando ele resolver desaparecer no sofá, por exemplo.

Apple Watch Edition

Outra informação legal: o modelo mais extravagante (Apple Watch Edition) virá numa caixa de jóias que funciona como um carregador. A parte de trás da caixa tem um conector Lightning e o interior dela conta com o carregador magnético do relógio posicionado na vertical. Para recarregar o Watch, basta então colocar/apoiar o relógio em sua caixa.

Publicidade

Porém, informações mais “complexas” como resolução da tela Retina do relógio, duração da bateria, se o Watch conta com algum espaço para armazenamento interno, entre outras ainda estão sem respostas. Ou até mesmo questionamentos simples, como se as pulseiras do Apple Watch Sport podem ser utilizadas no Watch Edition ou se as do Watch Edition podem ser utilizadas no Watch, se o relógio de alguma forma poderá monitorar o sono do usuário — ainda que via apps de terceiros.

O Apple Watch só chegará ao mercado em 2015, então a Maçã ainda tem bastante tempo para nos responder isso tudo. No mais, de acordo com Tim Cook, esse foi um produto que nasceu mesmo sob a sua tutela, ou seja, depois da morte do cofundador e ex-CEO da Apple, Steve Jobs.

[via SlashGear, Yahoo Tech, MacRumors]

Atualização · 10/09/2014 às 13:45

Mais curiosidades e dúvidas sobre o relógio da Apple.

Notaram que a fonte do Watch não é a Helvetica Neue, utilizada no iOS 8 e no OS X Yosemite? Pois é, a Apple desenhou um novo tipo de fonte exclusiva para o seu relógio.

Totalmente novo. Totalmente familiar.

No momento que você levanta o pulso e vê como a tela do Apple Watch se ativa, você já nota como seu sistema operacional é inédito, mas visualmente familiar. Ele é baseado em gestos simples e naturais, com respostas fluidas e imediatas. A disposição dos apps é clara e organizada e nós até desenvolvemos um novo tipo de fonte para facilitar a leitura. Tudo para que você aprenda a usar o Apple Watch em poucos segundos.

Fonte - Apple vs. Google

Vale notar que isso não é uma particularidade da Apple. O Google também desenvolveu uma fonte própria para o Android (a Roboto).

Sobre a bateria, a notícia por enquanto não é boa — e muito provavelmente por isso a Apple preferiu não comentar o assunto. Fontes do Re/code disseram que, por enquanto, a bateria do relógio dura apenas um dia e que a Maçã não está nada feliz com isso.

A empresa está trabalhando bastante, fazendo diversas modificações para que no lançamento (em 2015) as coisas estejam melhores do que agora. Apesar de não comentar a duração da bateria, Nat Kerris (porta-voz da empresa) deu a seguinte declaração: “Há um monte de novas tecnologias dentro do Apple Watch e nós acreditamos que as pessoas vão adorar usá-lo durante todo o dia. Prevemos que as pessoas irão recarregá-lo todas as noites e é por isso que nós projetamos uma solução inovadora de recarregamento que combina nossa tecnologia MagSafe e recarregamento indutivo.”

Ou seja, todas as noites teremos que tirar o relógio para recarregá-lo — o que impossibilitaria utilizar um possível app para monitorar o sono.

É sabido que o Apple Watch poderá ser utilizado para fazer pagamentos pelo Apple Pay, o novo sistema de pagamento móvel da Maçã. Uma dúvida bem pertinente relacionada a segurança, porém, deixou algumas pessoas bem preocupadas. E se roubarem o seu Apple Watch? Será possível utilizar o seu cartão de crédito por aí?

Sensores do Apple Watch

A resposta é não. Graças a sensores, o relógio sabe quando ele está sendo utilizado no pulso e quando alguém tirou ele. Quando você colocar o relógio de volta, deve digitar um código. Quando tira, o Apple Watch é bloqueado e só pode ser utilizado para fazer pagamentos se o usuário digitar o código novamente.

E o nome, hein?! Apple Watch. Pelo visto terminou a era dos nomes que começam com “i”. Nova estratégia? Ou será que, por conta do sucesso de produtos como iPhone e iPad ficou mais difícil para a empresa registrar nomes assim? Sabemos, por exemplo, que os nomes “iTV” e “iWatch” já têm donos, e que tais empresas não iam desistir facilmente deles.

Bem, independentemente disso, parece que o próprio CEO da Apple ainda faz confusão com esses novos nomes, conforme podemos ver no vídeo acima da ABC. 😛

[via The Verge, Cult of Mac: 1, 2]

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Apple Retail Store - Sydney

MacMagazine viajará à Austrália para pôr as mãos nos novos iPhones!

Próximo Artigo
Enquete - Você possui uma Apple TV?

Enquete: metade dos leitores do MacMagazine possui pelo menos uma Apple TV

Posts Relacionados