O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Apple Pay dá sinais de que, sim, o mercado de pagamentos móveis poderá deslanchar

Apple Pay

Não dá, ainda, para dizer que o Apple Pay chegou para revolucionar. Mas que ele é o maior candidato para fazer isso, ninguém duvida.

Publicidade

Apple Pay

Durante anos, as empresas de tecnologia têm sonhado com um futuro em que as pessoas possam abandonar suas carteiras e pagar as coisas com os seus smartphones. E durante anos, isso não aconteceu.

Mas a Apple pode conseguir alguma coisa.

Uma matéria do The New York Times destacou, entre outras coisas, alguns números do novo sistema de pagamentos móveis da Apple, veja só:

A Whole Foods, cadeia de supermercados high-end, disse que processou mais de 150 mil transações via Apple Pay. O McDonald’s, que aceita a Apple Pay em seus 14.000 restaurantes nos Estados Unidos, afirmou que ele foi responsável por 50% das suas operações “toque-para-pagar”. E a rede nacional de farmácias Walgreens disse que seus pagamentos móveis dobraram desde que o Apple Pay foi lançado.

Usando o Apple Pay no Whole Foods. Fácil, privado e seguro.

Publicidade

É claro que o Apple Pay ainda tem muito chão se quiser de fato substituir a forma atual como consumidores pagam por produtos em lojas, mas se alguma empresa de tecnologia conseguiu causar alguma mudança nesse mercado, até o momento essa empresa foi a Apple.

De acordo com Michael Abbott, executivo da Softcard, a Apple despertou o interesse de muitas empresas por pagamentos móveis, fazendo-as adotar a tecnologia NFC em seus pontos de venda. Isto, é claro, acaba beneficiando não apenas a Apple mas muitas outras companhias que possuem sistemas concorrentes ao Apple Pay, como Google e Softcard.

Desde que o Apple Pay foi lançado, o aplicativo da Softcard foi baixado mais vezes por novos clientes e usado com mais frequência por seus membros já existentes, de acordo com o Abbott. Na semana passada, o Google informou que seu produto de pagamentos móveis, o Google Wallet, também está sendo mais usado após o lançamento do Apple Pay.

“É uma onda crescente que levantou todos os barcos”, disse Abbott.

Numa nota relacionada, uma pesquisa feita pela Stratos indicou que 30% dos americanos que possuem smartphones planejam usar o Apple Pay ou o Google Wallet nas compras de fim de ano (Black Friday, Natal, etc.). Mais impressionante ainda: 17% disseram que, se os estabelecimentos comerciais aceitarem essas opções de pagamento, muito provavelmente gastarão mais do que o normal.

Publicidade

Vale notar, porém, que muitos consumidores entrevistados não fazem ideia de quais lojas de fato aceitam o Apple Pay e o Google Wallet — como por exemplo o Walmart; além disso, eles não se sentem confortáveis o suficiente ainda para abandonar de vez o cartão de crédito e confiar 100% nesses sistemas móveis.

[via AppleInsider, BGR]

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Adobe Brackets

Brackets, da Adobe, é um novo editor de textos focado em design para a web

Próximo Artigo
Fast Shop

MacBook Air, iMac, Apple TV e outros iProducts em promoção hoje!

Posts Relacionados