Em breve, iGadgets não terão mais aquelas siglas esquisitas impressas nas suas traseiras

Pegue o seu iPhone e olhe bem para a parte traseira dele, onde está escrito “iPhone”. Repare que pouco abaixo do nome do aparelho existem algumas marcações — como Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações), FCC (Federal Communications Commission) e/ou CE (Conformité Européenne) —, as quais indicam que o aparelho foi aprovado por órgãos governamentais e está de acordo com as normas do país em questão.

Publicidade

Pois isso poderá mudar em breve.

iPhone 6 sem marcações

À esquerda, com as marcações; à direita, sem.

Publicidade

Conforme comunicou o The Hill, o presidente dos Estados Unidos assinou na semana passada o E-Label Act. Este ato permite que fabricantes de aparelhos eletrônicos (como a Apple) coloquem essas marcações eletronicamente — em vez de fisicamente — em seus dispositivos. No caso de iGadgets, bastaria a Apple colocar todos esses logos em algum lugar dentro do iOS (hoje eles estão em Ajustes » Geral » Sobre » Legal Regulamentação) para não ter mais que poluir a traseira dos seus aparelhos.

Algumas informações deverão continuar marcadas fisicamente, como “Designed by Apple in California”, “Assembled in China”, o modelo do aparelho em questão, o IMEI, etc. Vale dizer também que esse nova forma de assinatura eletrônica é válida nos EUA — a Europa, por exemplo, continua exigindo a marcação física “CE” em alguns eletrônicos.

O MacMagazine entrou em contato com a Anatel há alguns dias sobre esta questão, mas até o momento não obteve nenhum retorno. Ainda assim, não deixa de ser bacana ver a traseira de iPads e iPhones cada vez mais clean. 🙂

[via MacRumors]

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…