O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Consórcio liderado pela Apple vende patentes e encerra processos contra empresas concorrentes

Logo da Rockstar

Lembram do consórcio Rockstar? Liderado pela Apple mas com participação de diversas empresas (EMC, Ericsson, Microsoft, BlackBerry e Sony), esse grupo adquiriu 6.000 patentes da Nortel Networks pela bagatela de US$4,5 bilhões.

Publicidade

Logo da Rockstar

A Apple rapidamente assumiu o controle de 1.000 desses inventos a fim de se proteger de possíveis infrações de patentes. Mais tarde, o consórcio processou algumas gigantes do setor justamente por conta de supostas infrações.

Recentemente duas delas (Google e Cisco) entraram em acordo com a Rockstar; outras disputas, porém, continuaram. Mas a verdade é que esses processos estão cada vez mais chatos, longos e caros. E para comprovar que essas medidas já não estão surtindo os efeitos desejados pelas companhias, o Wall Street Journal informou que a Rockstar vendeu 4.000 patentes (boa parte do arsenal adquirido, incluindo algumas bem importantes) para a RPX por “apenas” US$900 milhões (uma fração dos US$4,5 bilhões gastos lá atrás).

Publicidade

Como parte do acordo, todas as disputas contra Samsung, HTC, Huawei e outras foram devidamente encerradas. Além disso, a RPX (um consórcio de patentes de capital aberto que compra e licencia inventos em nome dos seus membros) prometeu não utilizar essas patentes de forma ofensiva (ou seja, para processar empresas deliberadamente). Ela também licenciará tudo, caso outras companhias queiram, sob os termos FRAND (fair, reasonable, and nondiscriminatory, ou justo, razoável e não-discriminatório). Obviamente, os membros da Rockstar já têm acesso a esse licenciamento por conta do negócio.

Que essas disputas terminem de uma vez por todas.

[via AppleInsider]

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Works with Apple CarPlay

↪ Apple pretende licenciar acessórios e serviços compatíveis com o CarPlay

Próximo Artigo
M1 Note da Meizu

Meizu retorna ao ramo de clones de iProducts com o M1 Note, sua cópia do iPhone 5c

Posts Relacionados