O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Alfred para Mac e iOS

Alfred é um mordomo para o seu Mac

Alguns aplicativos ganham o direito de morar na primeira página do iPhone/iPad. Se você fica muito tempo diante do seu Mac, o Alfred pode ser um desses.

Publicidade

O nome e o ícone sugerem sua utilidade: um mordomo para o seu Mac. Na verdade, o Alfred funciona como um controle remoto programável, desde que o iPhone e o Mac estejam na mesma rede Wi-Fi.

O app para iOS (chamado Alfred Remote) é totalmente customizado pelo aplicativo desktop, e você pode criar páginas por interesse. Por exemplo, numa página você configura ações de sistema como ativar o protetor de tela, esvaziar o Lixo, fechar todos os aplicativos ou até desligar o Mac. Numa segunda, coloca botões para abrir os aplicativos que você mais usa.

O Alfred, em sua versão gratuita, consegue ter até botões que executam macros simples como abrir o Safari numa determinada página, controlar o iTunes ou até mesmo utilizar textos que estão na área de transferência do Mac — assim, você pode ter uma página só com textos que digita frequentemente, como assinaturas de email por exemplo.

Publicidade

Mas é na versão paga que o Alfred se torna um aplicativo realmente poderoso, porque você pode criar workflows extremamente complexos utilizando ações fornecidas pelo aplicativo ou mesmo disparando AppleScripts. Basta uma passada no Google para encontrar uma infinidade de workflows disponíveis de graça na web.

Se você não conhecia essa dupla de apps, eu recomendo.


Ícone do app Alfred
Alfred de Running with Crayons Ltd
Compatível com Macs
Versão 1.2 (1.9 MB)
Requer o macOS 10.6 ou superior
GrátisBadge - Baixar na Mac App Store Código QR Código QR

Ícone do app Alfred Remote
Alfred Remote de Running with Crayons Ltd
Compatível com iPadsCompatível com iPhones
Versão 1.5 (1.5 MB)
Requer o iOS 12.0 ou superior
R$ 27,90Badge - Baixar na App Store Código QR Código QR

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Apple TV com televisão

Meus palpites para o futuro da TV

Próximo Artigo
Boot Camp num MacBook Pro

Apple começa a abandonar suporte ao Windows 7 via Boot Camp

Posts Relacionados