Desenvolvedor conta como foi sua experiência ao interagir com o Watch no laboratório da Apple

Antes do seu último evento especial, no qual a Apple apresentou ao mundo alguns dos muitos aplicativos que estarão disponíveis para o Watch assim que ele for lançado, nós falamos um pouco sobre o fato de a empresa ter ajudado desenvolvedores a finalizar seus apps a fim de deixar tudo pronto para o dia 24 de abril1. Pois um desenvolvedor que participou dessa experiência contou ao MacRumors um pouco sobre como tudo aconteceu.

Publicidade

Como sempre, o laboratório utilizado por esses desenvolvedores era totalmente seguro: guardas para todos os lados, a necessidade imprescindível de entrar no ambiente apenas com crachás, de deixar todos os seus pertences em um armário, de não poder emparelhar seus próprios iPhones com os relógios utilizados para desenvolvimento, revista do pulso ao sair para comprar um café ou ir ao banheiro, entre outras medidas.

Apple Watch

Dentro do laboratório havia cinco mesas nas quais cabiam cerca de 10 desenvolvedores cada; a Apple disponibilizou cinco engenheiros para ajudar no que fosse preciso. O relógio utilizado para os testes era um Watch Sport de 42mm — para testar o de 38mm era necessário solicitar uma unidade.

Esse desenvolvedor anônimo falou que o tamanho de 42mm é o ideal (nem grande, nem pequeno), e destacou que esses 4mm de diferença entre eles fazem uma enorme diferença no final das contas para a visualização de conteúdo. Outro detalhe: de acordo com ele, o Watch Sport é muito leve e, apesar de ser feito de alumínio — um material não tão nobre quanto aço inoxidável2 e ouro3 —, ele não parece de maneira nenhuma ser algo frágil/ordinário.

O visual, o design como um todo, aliás, foi muito elogiado por esse desenvolvedor (descrito com “absolutamente incrível”). Já o software foi caracterizado como “fluido”, bem diferente de outros smartwatches que já estão disponíveis no mercado. Segundo ele, as animações do Watch o diferenciam de qualquer aparelho concorrente.

Apple Watch recarregando a sua bateria

O recurso Handoff funcionou muito bem nos testes realizados por ele; mesmo utilizando o relógio durante algumas horas (enviando mensagens, fazendo diversos testes, etc.), a bateria durou o dia inteiro — até sobrou um pouco —, confirmando que ela realmente aguentará um dia inteiro de uso. No geral, este desenvolvedor acredita que o Watch está no caminho certo e que a Apple tem em mãos um produto diferenciado.

Porta aberta para apps

Numa nota relacionada, a Maçã já está permitindo que qualquer desenvolvedor envie seus apps para que fiquem disponíveis no dia 24/4. Nesta semana vimos que diversos aplicativos de empresas parceiras da Apple já foram atualizados com suporte ao Watch.

Agora, qualquer um pode atualizar seu app para iPhones incluindo o framework WatchKit, tornando-o compatível com o relógio. Como sabemos, apenas mais para frente teremos de fato aplicativos nativos rodando no Watch — por enquanto, quase tudo do aplicativo é processado diretamente no iPhone.

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…