Em 2014, vendas de iPhones no Brasil aumentaram 41%!

Sabemos que o mercado brasileiro é importante para a Apple. Isso não quer dizer, porém, que a empresa tenha um desempenho espetacular por aqui. Se fizermos um comparativo entre preços dos produtos e salário mínimo, vemos que aqui no Brasil tudo é proporcional/absurdamente mais caro do que em praticamente todos os países onde a Apple tem operações. Não é à toa que, aqui, o iOS briga na verdade com o Windows Phone — o Android domina amplamente o mercado com muita, mas muita folga.

Publicidade
Fabricante Unidades vendidas (2013) Unidades vendidas (2014) Variação
Samsung 26,6 milhões 22 milhões -17%
LG 12,4 milhões 13,6 milhões 10%
Nokia 12,2 milhões 6,7 milhões -45%
Motorola 5,8 milhões 4,1 milhões -28%
Apple 2,0 milhões 2,9 milhões 41%
Microsoft 2,3 milhões N/D
ZTE 5,3 milhões 1,9 milhão -63%
Huawei 1,6 milhão 1,9 milhão 15%
Lenovo 515 mil 793 mil 54%
TCL 89 mil 732 mil 722%
Sony 861 mil 675 mil -22%
ASUS 176 mil N/D
BlackBerry 552 mil 96 mil -83%
HTC 10 mil N/D
Pantech 1 mil N/D
Outros 3,4 milhões 5,1 milhões 53%

Só que, mesmo com os preços bastante elevados, a Maçã está com um desempenho invejável. De acordo com a Gartner, o mercado brasileiro de celulares encolheu 11% em 2014. Apesar disso, as vendas de iPhones tiveram uma alta de 41% (no total foram vendidos 2,9 milhões de aparelhos).

O desempenho fez a Apple alcançar 5% de market share (isso englobando qualquer aparelho, tanto smartphones quanto celulares mais básicos). Comparativamente, ela foi a fabricante que mais cresceu no Brasil — a LG foi a segunda, com 10% de crescimento, resultando em 22% de participação de mercado.

A Samsung, líder isolada por aqui, teve uma queda acentuada de 17% nas vendas. Assim, sua participação foi de 37% para 35%. Mesmo assim, ela vendeu praticamente o dobro da LG (22 contra 13,6 milhões). Já a Nokia teve uma queda bem grande (-45%). Mas como atualmente ela e Microsoft são uma coisa só, se juntarmos os números das duas o resultado negativo foi minimizado — ainda que bem abaixo do desempenho de 2013.

Publicidade
Fabricante Part. de mercado (2013) Part. de mercado (2014) Variação (p. percentuais)
Samsung 37% 35% -2pp
LG 17% 22% 5pp
Nokia 17% 11% -6pp
Motorola 8% 7% -1pp
Apple 3% 5% 2pp
Microsoft 4% N/D
ZTE 7% 3% -4pp
Huawei 2% 3% 1pp
Lenovo 1% 1%
TCL 0% 1% 1pp
Sony 1% 1%
ASUS 0% N/D
BlackBerry 1% 0% -1pp
HTC 0% N/D
Pantech 0% N/D

Sempre que falamos sobre o assunto “preço de iPhones” aqui no MacMagazine, muita gente destaca o bom trabalho que a Motorola faz. Além de ter smartphones bem interessantes, a fabricante consegue vendê-los por preços competitivos. Mesmo com uma oferta maior de aparelhos com preços mais competitivos, a empresa teve uma queda de 28% (4,1 milhões de unidades vendidas).

O destaque negativo vai, sem dúvida, para a BlackBerry. A canadense teve uma queda de incríveis 83%, fechando o ano de 2014 com apenas 96 mil aparelhos vendidos em território nacional.

[via INFO]

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…