iFixit já colocou as mãos no Apple Watch; venha conhecer todas as suas entranhas

Apple Watch todo desmontado pela iFixit

Publicidade

Todo lançamento de produto Apple passa por algumas fases tradicionais, que vão desde os primeiros rumores e vazamentos ao anúncio oficial aos unboxings e, é claro, à desmontagem feita pela iFixit. Hoje, chegou o dia do Apple Watch.

Os caras viajaram até a Austrália e já desmontaram por completo um Apple Watch Sport (alumínio) de 38mm. Ainda deveremos ver algumas pequenas diferenças no modelo de 42mm, mas internamente as três linhas (Watch e Watch Edition) devem ser bem parecidas — se não idênticas.

Como esperado, aquela famigerada porta de diagnóstico vem fechada/protegida nos modelos comerciais do Watch:

Porta de diagnóstico do Apple Watch (iFixit)

Também dá para ver o modelo do produto, A1553. O de 42mm, por sua vez, é o A1554.

Publicidade

Eis os destaques do teardown:

  • Retirar a tela não é uma tarefa muito difícil. Requer um pouco de aquecimento para conseguir levantá-la da carcaça do relógio. Depois, é preciso desconectar os cabos do display e do digitizer, com bastante cuidado.
  • Mesmo o Apple Watch Sport tem um pouquinho de ouro na sua parte interior. A iFixit acredita ser algum tipo de antena.
  • A bateria do Watch é presa por um adesivo simples, fácil de retirar. Neste modelo de 38mm, ela tem 3,8V, 0,78Wh e uma capacidade de 205mAh. Concorrentes como o Moto 360 e o Samsung Gear, por exemplo, têm baterias de 300mAh.
  • Os parafusos que prendem o “chip” S1 são tão minúsculos que mesmo a menor das ferramentas da iFixit não foi suficiente; eles tiveram que modificar à mão uma das chaves. 😉
  • O alto-falante do Watch, como esperado, é minúsculo. E ele vem equipado com um O-ring, para ter uma certa resistência a água.
  • Por dentro do relógio, a iFixit conseguiu retirar alguns parafusos e chegar aos conectores magnéticos escondidos por trás da porta de diagnóstico. A Apple certamente deve ter uma forma mais simples de chegar a eles sem ter que desmontar o dispositivo, hehe.
  • Depois de retirar quase tudo de dentro do Watch, a iFixit chegou finalmente ao S1. Ao levantá-lo, descobriram bastante adesivo e vários cabos/conectores que interligam todas as suas funções. É praticamente impossível chegar a esse estágio sem danificar alguma coisa. A iFixit não chegou a tentar remover a superfície do “chip”, mas alguma empresa como a Chipworks logo, logo deverá fazer isso e nos trazer mais detalhes sobre ele.
  • Atrás da tela do relógio (provavelmente uma de AMOLED, fabricada pela LG), a iFixit encontrou um chip ARM Cortex que controla a touchscreen e um sensor de luminosidade ambiente.
  • A Coroa Digital (Digital Crown) do Watch conta com um sistema de codificação que “lê” a sua rotação — o que provavelmente permite que o sistema identifique diferentes velocidades/acelerações e corresponda isso em respostas proporcionais para o usuário.
  • Analisando as lentes na parte inferior do relógio, a iFixit detectou que o monitor cardíaco do Watch funciona como um oxímetro de pulso. Na teoria ele poderia medir o nível de oxigenação do sangue, mas por ora a Apple não fala nada sobre isso (talvez por questões de aprovação governamental?).
  • Ah, claro: ali por baixo também há um pequeno ímã responsável por “prender” o Watch à sua base de carregamento indutivo.
  • A iFixit também deu uma olhadinha na base em si, que não trouxe surpresas além de uma superfície presa por adesivos e um “núcleo” magnético.

Mais algumas fotos:

Instruções de como colocar a pulseira
Instruções de como colocar a pulseira
Interior do Apple Watch ao lado do de um relógio mecânico tradicional
Interior do Apple Watch ao lado do de um relógio mecânico tradicional
A bateria do Apple Watch
A bateria do Apple Watch
O Taptic Engine do Apple Watch
O Taptic Engine do Apple Watch
O botão que fica embaixo da Coroa Digital do Apple Watch
O botão que fica embaixo da Coroa Digital do Apple Watch

Para o Apple Watch, a iFixit deu uma surpreendente nota 5/10 no seu quesito “reparabilidade”.

Taggeado:

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…