Quão preciso é o medidor de passos e distância do Apple Watch?

O que motiva uma pessoa a comprar um Apple Watch? Esta é uma pergunta difícil de responder, mas sem dúvida nenhuma o monitoramento de atividades físicas do relógio é um dos grandes pilares comerciais dele. Já vimos aqui no site que o sensor de frequência cardíaca é muito preciso (apesar de estar com um bug chato no Watch OS 1.0.1). Mas e o medidor de passos/distância? Será que podemos confiar nele? Dan Graziano, da CNET, resolveu tirar isso a limpo.

Publicidade

Vale notar que passos e distância percorrida são duas métricas que se relacionam, mas totalmente independentes. Duas pessoas podem caminhar a mesma distância num mesmo período, porém com quantidade de passos diferentes — a altura de uma pessoa, por exemplo, pode influenciar muito nisso já que quanto maior a altura, maior a amplitude do passo. Sem contar, é claro, que passos “caminhados” são bem diferentes de passos “corridos”. 😛

Calibrando o Apple Watch

Ao abrir o app Exercício (Workout) pela primeira vez, o relógio pedirá para que caminhe 20 minutos ao ar livre com o seu iPhone. Além disso, é importante definir as informações data de nascimento, sexo, altura e peso no aplicativo Apple Watch (aba Meu Relógio » Saúde), já que são informações importantes e que devem ser levadas em consideração.

Dados da sua saúde no Apple Watch

Mas por que a andada de 20 minutos com o seu iPhone é importante? Por um fator simples: esses 20 minutos definirão uma distância e a quantidade de passos que você deu para atingi-la. Utilizando o GPS do iPhone, essa distância é traçada com muita precisão. Assim, o Watch saberá exatamente a sua média de passos para atingir aquela determinada distância, facilitando a vida quando você for andar ou correr sem o iPhone por perto.

Publicidade

Graziano pegou o Watch e outros relógios/pulseiras inteligentes do mercado e caminhou, em uma esteira, 1 milha (1,6 quilômetro) a uma velocidade de 3,5 milhas por hora (5,6 quilômetros por hora), totalizando cerca de 17 minutos de caminhada. Isso utilizando um dispositivo por vez, repetindo o teste três vezes. Ele deixou alguns aparelhos conhecidos (como o UP MOVE, os diversos modelos das pulseiras UP e alguns outros relógios Android) fora dos testes pois eles simplesmente não mostram a informação em tempo real, dificultando a medição exata da distância percorrida durante o teste.

O resultado você confere abaixo:

Tabela comparativa - Passos e distância

O Apple Watch calibrado foi o que obteve o melhor desempenho, com uma margem de erro de apenas 0,3%. Vale notar que, não-calibrado, o relógio foi um dos piores (10% de variação). Para Graziano, o Moto 360 foi o mais inconsistente de todos os aparelhos, já que apresentou números de passos bem altos nos três testes (dando uma média de 2.190, a maior entre todos os relógios/pulseiras — sem contar a distância final, que também variou muito e acabou sendo a menor).

É claro que para o dia-a-dia de uma pessoa esse teste pode não representar nada, afinal esses dispositivos podem confundir atividades como lavar louça ou levantar peso como passos, já que eles geralmente medem o balanço do braço1 para calcular tudo. Ou seja, um dispositivo pode ser ótimo no monitoramento de uma atividade, mas pode também contabilizar coisas que não são exercícios como sendo e atrapalhar todo o seu monitoramento.

Ainda assim, é interessante ver que a Apple acertou bem (quando o Watch está calibrado) já na primeira geração do seu relógio.

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…