O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Les Moonves, CEO da CBS

CEO da CBS afirma que a Apple teria colocado seu serviço de streaming de vídeos “em hold” [atualizado]

O CEO da CBS, Les Moonves, já tinha meio que dado com a língua nos dentes “confirmando” rumores de um novo serviço de streaming de vídeos da Apple — previsto, até agora, para ser lançado em 2016 segundo algumas fontes.

Publicidade

Agora, o próprio executivo jogou um balde de água fria no rumor. Falando na conferência IGNITION, do Business Insider, Moonves mais uma vez reiterou que houve conversas sobre o assunto mas que o projeto teria sido colocado “em hold” pela Apple (seja lá por que motivo).

Obviamente, Moonves só pode afirmar com base nas negociações da Apple com a CBS. Nada impede que o projeto continue à toda, mas que a Apple tenha de fato colocado as conversas com a CBS de lado enquanto resolve outros aspectos do seu futuro serviço.

Ainda assim, o executivo tem convicção de que a coisa irá ocorrer. Segundo ele, Apple e CBS estavam negociando pacotes de canais custando entre US$30 e US$40 mensais. “Pessoas não continuarão gastando dinheiro em canais que não querem assistir”, disse Moonves.

Publicidade

Depois do Apple Music, um serviço equivalente da Maçã para vídeos realmente faz todo o sentido. É só uma questão de tempo.

[via iClarified]

Atualização · 09/12/2015 às 18:30

O Re/code trouxe hoje mais informações sobre o rumor, afirmando que o impasse como sempre estaria no que a Apple acha que consumidores querem frente ao interesse das grandes redes de TV.

Publicidade

Enquanto a Apple estaria propondo um pequeno pacote de canais a US$30 mensais, as grandes redes não querem abrir mão de entrarem com seus bundles completos. No caso de uma 21st Century Fox, por exemplo, viriam de vez Fox, Fox News, canais FX e Fox Sports.

Na visão da Apple, quem quisesse canais extras poderia optar por pagar mais por isso. Trata-se de um paradigma que talvez a companhia consiga quebrar, da mesma forma que fez em 2003 quando começou a vender faixas individuais de álbuns de música a US$0,99 cada pela iTunes Store.

É tudo uma disputa de queda de braço, no fim das contas…

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Screenshot do app Peso Diário

Ofertas do dia na App Store: Peso Diário, Arriving, Graphics e mais!

Próximo Artigo
Comercial da Apple TV

Apple veicula novo comercial da Apple TV: "O Futuro da Televisão"

Posts Relacionados