O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Apple silenciosamente cria subsidiária “Apple Energy” para gerir e vender excesso de energia produzida [atualizado]

Senhoras e senhores, a Apple acaba de virar uma empresa de energia. De certa forma. Vasculhando registros recentes, o 9to5Mac descobriu que a Maçã registrou silenciosamente uma subsidiária denominada “Apple Energy LLC”, que vai permitir a ela vender o excesso da energia produzida nas suas fazendas solares em Nevada e na Califórnia.

Publicidade

Usina solar da Apple

A nova empresa foi registrada no Estado americano do Delaware, mas tem como ponto de contato o próprio campus da Apple em Cupertino.

A resposta para este movimento aparentemente surpreendente vem da necessidade da Apple de gerar energia “renovável” nos momentos em que o sol não está brilhando, como dias nublados ou, obviamente, noites. O chamado net metering (sistema de compensação de energia elétrica) é um procedimento em que o consumidor de energia elétrica que gera parte de sua energia — seja um mero indivíduo ou uma megaempresa com foco na dominação global — pode usar essa energia a qualquer momento, em vez de apenas no momento em que ela é gerada.

Publicidade

É aí que entra o papel da Apple Energy: para vender o excesso de energia solar gerada durante o dia — coisa que a Maçã tem de sobra, com o novo Campus 2 classificado em 14 megawatts — e poder trocá-lo por energia elétrica da rede, o governo americano exige uma empresa do ramo.

A Apple poderia, teoricamente, vender esse excesso de energia diretamente para consumidores, a preço de mercado. Como essa ação envolveria custos de intra-estrutura altíssimos, é provável, entretanto, que esse excesso gerado seja vendido em vez disso para outras empresas energéticas, a preço de atacado — estas, então, repassarão a energia para os consumidores finais.

Como relatado recentemente, hoje 87% das operações globais da Apple já rodam com energia renovável — a tendência, com a nova empresa, é que esse número cresça até chegar aos ideais 100%. É o que esperamos.

Atualização · 10/06/2016 às 10:53

Um dia depois da descoberta acima, mais notícias relacionadas à afeição da Apple com geração energética. O site Hickory Record relata que a Maçã conseguiu autorização para produzir energia por meio de gases de aterros sanitários.

Publicidade

A usina será construída na Carolina do Norte e usará células de combustível para converter o metano subterrâneo em energia elétrica. Trata-se de um meio de produção relativamente limpo e inofensivo para o meio ambiente, o que melhora ainda mais o status da Apple como utilizadora de fontes renováveis e amigáveis.

[via 9to5Mac]

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Apple Store, SoHo

Em Nova York, já foram três roubos em lojas da Apple com ladrões se passando por empregados

Próximo Artigo
Capa - Um Amor a Cada Esquina

Filme da semana: compre “Um Amor a Cada Esquina”, com Jennifer Aniston e Owen Wilson, por apenas US$3!

Posts Relacionados