O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Para o WSJ, “iPhone 7” não trará mesmo grandes mudanças; 2017 será o ano da renovação do aparelho

Os rumores sobre o “iPhone 7” vieram com tudo e, recentemente, deram uma acalmada. Até agora, o que “sabemos” é que o aparelho o qual será lançado neste ano pela Apple terá, supostamente, um visual bastante semelhante ao do iPhone 6/6s (com um leve redesenho nas listras/antenas), perderá a entrada para fones de ouvido (o que deixará o dispositivo ainda mais resistente à água1 e possivelmente um pouco mais fino), além, é claro, de melhorias nas especificações técnicas como um todo (câmera traseira dupla no modelo Plus, capacidade de até 256GB, etc.).

Publicidade

As próximas grandes mudanças no iPhone, conforme já foi amplamente discutido, ficariam para 2017. No ano que vem, sim, o smartphone deverá vir bastante diferente, o que incluiria uma tela OLED de ponta a ponta, a retirada do botão Início (o Touch ID passaria a funcionar em qualquer lugar da tela), um redesenho na estrutura como um todo (o qual possibilitaria termos telas ainda maiores numa estrutura de tamanho similar às atuais), entre outras coisas.

Mockup do "iPhone 7"

Hoje, o Wall Street Journal publicou um artigo [matéria fechada para assinantes] corroborando todas as expectativas acima. Para eles, é exatamente isso o que acontecerá — o jornal, porém, não comentou o suposto sensor de câmera mais largo no “iPhone 7” e a tal câmera dupla no “iPhone 7 Plus”.

Publicidade

Ainda segundo o veículo, há anos Jony Ive (chefão de design da Apple) expressa o desejo de ter um iPhone que se assemelhe a uma folha de vidro e, com o lançamento de 2017, a Apple começará a trilhar esse caminho (eliminando grande parte da moldura ao redor da tela).

Sobre o “iPhone 7” em si, não está claro se a empresa mudou a sua estratégia de lançamento (deixando para promover grandes mudanças de três em três anos) ou se estamos diante de um ano/lançamento atípico mesmo. O jornal conta que, em uma reunião com um executivo da Apple no mês passado, um dos engenheiros da empresa que fica na China perguntou por que o modelo deste ano não é uma renovação da linha, como estamos acostumados a ver desde o lançamento do iPhone (que de dois em dois anos muda a sua estrutura física). A resposta? As novas tecnologias que a Apple lançará no smartphone ainda não estão prontas para serem implementadas. Segundo pessoas familiarizadas com o assunto, algumas funcionalidades que a Apple espera integrar em iPhones, tais como telas curvas, não estão prontas para os modelos de 2016.

É bom já nos acostumarmos com essa ideia…

[via 9to5Mac]

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Planos da GigSky pelo Apple SIM no Brasil

Cobertura internacional do Apple SIM está se expandindo para mais de 140 países — incluindo o Brasil

Próximo Artigo
Touch iD

Apple se livra de processo movido por causa do famigerado "Erro 53"

Posts Relacionados