O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Conceito para o “iPhone 7” e os fones AirPods

Documentos confirmam que Apple é a responsável pelo registro da marca “AirPods”

Ainda há algumas divergências sobre como será o “iPhone 7”, mas uma coisa é praticamente certa: o aparelho não deverá vir com uma entrada para fones de ouvido. Com isso, temos três opções:

Publicidade
  1. A Apple colocará um adaptador na caixa do “iPhone 7” para que os EarPods possam ser utilizados pelo conector Lightning;
  2. Os EarPods que acompanham o “iPhone 7” virão com conector Lightning;
  3. A Apple lançará um novo fone de ouvido Bluetooth para acompanhar o “iPhone 7”.

Na verdade existe ainda uma quarta opção, que seria a Apple simplesmente continuar distribuindo os EarPods junto ao iPhone e nos forçar a adquirir um adaptador que será vendido nas lojas da empresa. Eu porém, me recuso a acreditar neste cenário. Com isso em mente, eu diria que o melhor dos mundos seria a opção 3 — por uma razão simples: eu odeio adaptadores, então a opção 1 para mim é a pior. Na opção 2, os novos fones não serão compatíveis com Macs, o que será bem ruim. Por conta disso, a opção 3 se torna a melhor já que teríamos um fone compatível com qualquer Mac, iPhone, iPad, iPod1 e Apple Watch.

Já até vimos um conceito bem interessante desse possível fone, chamado carinhosamente pelo designer responsável pela criação de “AirPods”. Eis que, agora, surgiram documentos do registro de tal marca que comprovam: a Maçã está trabalhando mesmo em um fone de ouvido sem fio (Bluetooth).

Na verdade, já havia registros da marca “AirPods” feitos pela Entertainment in Flight LLC, uma dessas empresas de fachada que a Apple usa para fazer registros sem levantar muitas suspeitas — foi ela, por exemplo, que registrou a marcas como “iPad”, “CarPlay” e “iWatch” (todas, com exceção da última, acabaram sendo utilizadas pela Apple).

Publicidade

Agora, porém, surgiu a descrição do que a marca cobre (obviamente, fones de ouvido com comunicação sem fio). Para completar, o documento foi assinado por Jonathan Brown, que seria gerente da Entertainment in Flight. O MacRumors então resolveu ligar as pontas e descobriu que existe um advogado com o mesmo nome que trabalha para a Apple. Ainda que o nome/sobrenome seja bastante comum lá fora, o site investigou a fundo e achou um processo de 2010 [PDF] envolvendo a empresa Rambus.

Comparativo de assinaturas

Naquela época, Brown era advogado da Rambus e assinou o documento. Bastou então comparar as assinaturas e gritar bingo! para ver que se trata da mesmíssima pessoa (ou então, estamos falando de duas pessoas com assinaturas muito parecidas, mesmo)!

Publicidade

O MacRumors conta ainda que essa alteração no registro da marca aconteceu um dia antes do prazo de seis meses para responder o pedido de esclarecimento, indicando que a Apple continua mesmo interessada em proteger o nome ao mesmo tempo em que estende o processo de revisão pelo maior tempo possível — levando em conta que o produto ainda não está tão perto do lançamento.

Resta saber se os tais do “AirPods” viriam mesmo na caixa do “iPhone 7” ou seriam um acessório à parte, vendido separadamente.

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Capa infantil à prova de choques para iPads, da Tocros

Tem filho(s)? Então você precisa conhecer esta case e este suporte que estão à venda na MM Store! [atualizado]

Próximo Artigo
MM Fórum

Tópicos do MM Fórum: película líquida, MacBook para uso pessoal, Boot Camp e mais!

Posts Relacionados