O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

★ Review: recupere dados acidentalmente deletados do seu iGadget com o aplicativo iMyfone D-Back para Mac

Perder dados é um dos grandes pesadelos da nossa vida moderna baseada no mundo digital. Considerando que hoje grande parte da nossa vida está em aparelhos eletrônicos, deletar acidentalmente algumas coisas importantes é ter parte da nossa essência efetivamente, brutalmente apagada. Enfim: posso estar exagerando, mas o fato é que não é uma situação nada legal.

Publicidade

Se você perdeu os arquivos de um computador, o problema, embora não absolutamente resolvido, pode ser mais facilmente solucionável: programas de recuperação de arquivos para sistemas como o macOS ou o Windows existem aos montes por aí. Se esta perda aconteceu num dispositivo iOS, entretanto, as coisas ficam mais complicadas — até por estarmos falando de um sistema fechado, sem acesso aos arquivos e às pastas do sistema por parte do usuário.

Entretanto, nem tudo estará perdido caso aquelas fotos com valor sentimental tenham sido sumariamente deletadas do seu iPhone sem aviso: o iMyfone D-Back Recuperação de Dados para iPhone, software disponível para Mac e Windows, promete resgatar diversos tipos de arquivos perdidos do seu iGadget. Há alguns meses, o iMyfone Umate, da mesma desenvolvedora, recebeu elogios meus pela extrema facilidade de uso e efetividade dos seus resultados; será que veremos algo parecido aqui? Vejamos a seguir.

Aplicativo iMyfone D-Back para Mac

Para começar, eis todos os tipos de arquivos que o iMyfone D-Back suporta como parte do seu processo de recuperação:

Publicidade
  • Mensagens de texto (SMS)
  • Mensagens do iMessage
  • Histórico de chamadas
  • Contatos
  • Fotos
  • Vídeos
  • Fotos dentro de apps
  • Vídeos dentro de apps
  • Mensagens do WhatsApp e Kik
  • Histórico do WeChat e Skype
  • Anexos de WhatsApp, WeChat, Skype e Kik
  • Notas
  • Favoritos do Safari
  • Itens do calendário
  • Lembretes
  • Histórico do Safari
  • Notas de voz

Parece bastante coisa, certo? E é mesmo. Felizmente, o programa consegue incorporar todas estas opções numa interface muito bem-resolvida e facílima de usar. Ao abrir o D-Back, o usuário se depara com cinco opções no menu lateral: “Smart Recovery”, “Recuperar a partir de dispositivo iOS”, “Recuperar a partir de cópia de segurança do iTunes”, “Recuperar a partir de cópia de segurança do iCloud” e “Reparar sistema iOS”.

A primeira opção, “Smart Recovery”, é para quem não faz a mínima ideia de onde pode recuperar os arquivos perdidos. O programa pergunta ao usuário como ele perdeu os dados (apagamento acidental, jailbreak/atualização, dispositivo bloqueado, entre outras opções) e o redireciona para a aba mais apropriada.

Aplicativo iMyfone D-Back para Mac

Na aba de recuperar a partir do próprio dispositivo, o programa pede, após a seleção dos tipos de dados que se quer reaver, que se conecte o dispositivo em questão; a própria memória interna do iGadget será vasculhada e retornará os resultados encontrados. Em meus testes, com um iPhone 5c já rodando o iOS 10, esta foi a opção que surtiu os efeitos mais satisfatórios: o processo de escaneamento foi rápido e o programa encontrou sem dificuldades algumas fotos que eu havia apagado.

Publicidade

É bom notar que, após selecionar quais dados o usuário deseja recuperar, o software salva tudo em uma pasta no computador — ele não tem a capacidade de restaurá-lo no próprio dispositivo, sendo necessário fazer isto manualmente depois.

Aplicativo iMyfone D-Back para Mac

As duas abas seguintes vasculham o backup do usuário, dependendo se este é um processo feito localmente (pelo iTunes) ou na nuvem (através do iCloud). No primeiro caso, consegui com sucesso recuperar notas apagadas no iPhone e o tempo para vasculhar o backup foi bem rápido, portanto, ponto positivo — mesmo que tal resultado pudesse ter sido obtido pelo próprio iTunes, o D-Back ganha pontos por toda a simplicidade do processo (mesmo que não seja lá grande mérito fazer algo melhor do que o jurássico iTunes).

Publicidade

No caso de vasculhar um backup pelo iCloud, o usuário precisa entrar com as credenciais da sua ID Apple, o que coloca uma pulga atrás da orelha dos mais preocupados com questões de privacidade; segundo a iMyfone, estes dados nunca são armazenados por ela. Seguindo com o processo, ele é bem similar com o de buscar dados no backup do iTunes e, no meu caso, retornou corretamente uma série de arquivos, incluindo lembretes que apaguei no iPhone. O tempo do scan, entretanto, foi bem mais dilatado nesta situação.

A última aba do programa, “Reparar dispositivo iOS”, é dedicada a todos aqueles que estão tendo problemas de inicialização com seus aparelhos. O bug que afetou vários usuários durante a atualização para o iOS 10, por exemplo, é facilmente revertido por aqui, e o programa faz todo o processo sem apagar ou comprometer dados. Claro, não é algo absolutamente infalível — seu dispositivo pode estar com algum problema mais grave (no hardware, por exemplo), mas para questões mais simples, a opção pode ser uma mão na roda.

Aplicativo iMyfone D-Back para Mac

No fim das contas, o iMyfone D-Back Recuperação de Dados para iPhone cumpre o prometido com uma interface simples e bem-resolvida — só não espere, obviamente, que ele recupere toneladas de arquivos perdidos há anos; para quaisquer outras situações casuais, ele provavelmente irá satisfazer às suas necessidades. O que pega é o preço: US$50, que eu considero salgado para algo que será utilizado, no máximo, esporadicamente. É bom notar que este valor se refere à licença para um dispositivo iOS; para outras situações, é necessário gastar US$70 na licença familiar, que serve de dois a cinco aparelhos, ou US$370 na licença business, para um número ilimitado de dispositivos.

Para os leitores do MacMagazine, entretanto, a iMyfone preparou uma oferta especial, e através deste link para Mac ou deste para Windows é possível obter as três versões do software com desconto: a individual sai por US$40, a familiar por US$60 e a licença business fica por US$200. Sempre bom lembrar que existe uma versão de testes gratuita, mas ela serve apenas para escanear as fontes e mostrar uma pré-visualização dos resultados — para salvar os dados perdidos, é necessário investir na versão completa.

O fato é: se você estiver precisando muito de algo do tipo, o D-Back certamente é a opção mais robusta disponível.

·   ·   ·

Selo - Artigo Patrocinado

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Pesquisa da J.D. Power sobre satisfação de serviços de streaming de música

Pesquisa de satisfação da J.D. Power coloca Apple Music em primeiro lugar entre os serviços de streaming

Próximo Artigo
Tim Cook e Punit Renjen, da Deloitte

Apple anuncia parceria com a Deloitte, fincando ainda mais os pés no mercado corporativo

Posts Relacionados