O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Troca de emails da Apple com órgão regulatório americano indica planos para dois produtos na área cardíaca

Esta semana, uma série de emails de agências do governo dos Estados Unidos foram liberados ao público como parte de um recente registro do Freedom of Information Act (Ato pela Liberdade de Informação) e, entre elas, foi detectado o nome de uma velha conhecida nossa.

Publicidade

A Apple, de acordo com documentos encontrados pelo MobiHealthNews, andou conversando com a FDA (Food and Drug Administration), órgão americano de regulação médica, e, pelo teor das conversas, podemos tirar uma coisa: a Maçã tem nos seus planos dois dispositivos relacionados a leitura cardíaca.

Batimentos cardíacos no app Saúde, do iOS

Em um dos emails trocados com a FDA, a Apple — através do seu advogado da área de saúde, Robin Goldstein — discute a possibilidade de marcar uma reunião com a agência para conversar sobre “dois possíveis (e relacionados) produtos no ramo cardíaco, bem como os requerimentos e sistemas regulatórios/de qualidade”.

Publicidade

A reunião, que chegou a ter como convidados uma série de médicos renomados da área cardíaca, acabou sendo cancelada por motivos que não ficaram claros na troca de emails. Entretanto, Goldstein sugeriu remarcar o encontro com a intenção de discutir “informalmente” com a FDA as possibilidades para o lançamento de produtos nesta área — “para que nós possamos aprender sobre seus processos e pensamento e vice-versa”, diz Goldstein.

Ainda não se sabe exatamente o que sairá de toda essa conversa, mas pelo nível atual das coisas, me parece que ainda teremos que esperar um tempinho antes de ver algo oficial saindo de Cupertino neste sentido.

[via AppleInsider]

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Jogo Transistor para iOS e tvOS

Ofertas do dia na App Store: Transistor, Artistry Photo Pro, TotalReader Pro e mais!

Próximo Artigo
Apple Music para estudantes universitários

Estudantes universitários agora podem assinar o Apple Music no Brasil pagando apenas US$2,49/mês

Posts Relacionados