O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Satélite sobrevoando a Terra

Uma Maçã no espaço: Apple contrata especialistas em tecnologia de satélite do Google [atualizado]

Dispositivos de realidade aumentada? Carros elétricos/autônomos? Ninguém sabe qual será a próxima aventura da Apple em um território inexplorado para a empresa, mas esta novidade — para lá de inesperada, admitamos — pode apontar para uma direção visada pela Maçã que nós não estávamos levando em conta: o céu.

Publicidade

De acordo com a Bloomberg, a Apple contratou recentemente dois executivos do Google especializados na área de satélites. John Fenwick, chefe das operações espaciais da gigante de Mountain View, e Michael Trela, chefe do departamento de engenharia de satélite da empresa, fizeram as malas e já se mudaram para Cupertino. Ambos tinham chegado à subsidiária da Alphabet em 2014, quando a Skybox Imaging, startup fundada por eles, foi comprada por US$500 milhões.

Aparentemente, Fenwick e Trela trabalharão numa nova equipe de hardware liderada por Greg Duffy, ex-Dropcam e Nest (uma subsidiária, adivinhem, da mesma Alphabet) que chegou à Apple no início do ano.

Resta saber, entretanto, quais são os planos da Maçã com este novo time: a área de satélite e tecnologia espacial é uma totalmente inexplorada por Tim Cook e sua turma, e se eles têm alguma pretensão em construir algo neste segmento, certamente terão que atrair alguns nomes de muito peso para ajudá-los — este parece um bom começo.

Publicidade

Outra pergunta óbvia que paira no ar, dentre as muitas suscitadas pela notícia, é o objetivo da Apple em colocar satélites no espaço. A resposta mais óbvia seria uma forma de aprimorar o Apple Maps, com equipamento próprio para monitorar o planeta e coletar dados sem precisar recorrer a soluções de terceiros. Entretanto, nada impede que Cupertino tenha planos ainda mais ambiciosos, como, quem sabe, construir a sua própria rede de internet via satélite.

A este ponto, tudo é possível. Palpites?

[via MacRumors]

Atualização · 24/04/2017 às 15:18

Logo - Aether IndustriesEsta história está cada vez melhor. Na mesma reportagem que informava a contratação dos dois especialistas, a Bloomberg acabou revelando um fato até então desconhecido a basicamente todo mundo fora da Apple. De acordo com a publicação, a Maçã comprou — já há quase dois anos, em 2015 — uma startup chamada Aether Industries, especializada, adivinhem, em tecnologia espacial.

Obviamente não estamos falando aqui de uma compra secreta — o que nem é legal pelas leis dos Estados Unidos ou de basicamente nenhum país —, mas o fato é que até agora, aparentemente, ninguém tinha tido a disposição de olhar os registros financeiros disponíveis publicamente da Apple para detectar a transação. Ou seja, sem alarde, a Bloomberg deu o furo… dois anos depois. E quase ninguém percebeu de imediato.

Quanto à empresa comprada (cujo site, curiosamente, continua no ar), uma das suas áreas de especialidade têm a ver com o uso de balões de alta altitude para captura de imagens aéreas — sua solução, inclusive, tem a capacidade de capturar imagens a uma resolução dez vezes maior que qualquer satélite comercial em órbita hoje. Ou seja, o mistério vai afunilando-se: é bem possível que a Apple tenha entrado na empreitada justamente para começar a capturar imagens do planeta Terra por conta própria, tornando-se independente da infraestrutura espacial de terceiros.

Ainda assim, não podemos bater o martelo em nenhuma conclusão e, por ora, ficaremos só aguardando as cenas dos próximos capítulos.

[via iDownloadBlog]

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
iPhones 7 e 7 Plus

Pesquisa mostra que o iPhone está mais popular que nunca nos EUA; para analista, preço médio de venda saltará em 2018

Próximo Artigo
Elago M4 Stand para iPhones

Após o Apple Watch, agora você pode transformar o seu iPhone num mini-Macintosh graças a este stand

Posts Relacionados