O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

A coisa tá esquentando: Qualcomm quer banir a entrada de iPhones nos Estados Unidos

Aparentemente, esta temporada de Feud: Apple and Qualcomm só está nos seus episódios iniciais, mas já temos a segunda grande bravata de um dos lados. De acordo com a Bloomberg, a fabricante de microchips está absolutamente “irada” com a decisão da Maçã de parar o pagamento de royalties a ela e vai retaliar com um plano deveras drástico: impedir a importação de iPhones para os Estados Unidos.

Publicidade

Qualcomm

A petição da Qualcomm será entregue à Comissão de Comércio Internacional (International Trade Commission, ou ITC) dos EUA — decisão que, segundo a publicação, tem a ver com o fato de que este órgão age mais rapidamente nas suas determinações do que as cortes federais do país. Caso a ITC fique do lado da fabricante de chips na briga, poderá banir a importação de todos os iPhones — que, como todos nós sabemos, são montados na Ásia — ao território americano.

Obviamente estamos falando de uma hipótese impossível dificílima de ocorrer, mas, ainda assim, não deve ser algo que a Apple trate com leveza. Tal movimentação, no mínimo, mostra o quanto a Qualcomm está determinada em fazer Tim Cook e sua turma voltarem a pagar o que ela acha que lhe é devido — sem falar que, eu nem preciso dizer, um (improvável, porém possível) banimento das vendas do iPhone nos EUA representaria um baque sem tamanho para as operações da Maçã. Estamos falando, afinal, do carro-chefe do lucro e da imagem da empresa nos dias atuais.

Vamos ver no que isso tudo vai dar…

[via Cult of Mac]

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Capa do podcast #228

MacMagazine no Ar #228: produção de iPads no Brasil, dispositivo pra Siri, carro autônomo, satisfação de AirPods, trimestre fiscal e mais!

Próximo Artigo
Cook e Cramer em entrevista

Em entrevista, Tim Cook anuncia fundo de US$1 bilhão para a criação de empregos nos EUA

Posts Relacionados