O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Rumores sobre o “iPhone 8”? Empresa sugere outras razões para a “pausa” nas vendas de iPhones nos EUA

Todas as cores dos iPhones 7 e 7 Plus

Durante a revelação dos números da Apple referentes ao segundo trimestre de 2017, Tim Cook sugeriu que está havendo uma “pausa” na venda de iPhones e que isto seria devido, em grande parte, aos rumores cada vez mais frequentes sobre próximos iPhones.

Publicidade

O comentário do CEO da Apple é bastante pertinente, principalmente se considerarmos o vai-e-vem dos rumores sobre o tal “iPhone 8” (e/ou “7s/7s Plus”), os quais apareceram desde bem antes até mesmo de os iPhones 7/7 Plus serem lançados.

Entretanto, de acordo com a Consumer Intelligence Research Partners (CIRP) [PDF], há outras razões pelas quais os aparelhos da Maçã têm sofrido essa “pausa” nas vendas nos EUA: “Muitos fatores contribuem para isso, incluindo o prolongamento do ciclo de troca, a diminuição do número de compradores pela primeira vez e o aumento da fidelidade ao Android.”

O que é peculiar nos números é que, mesmo os iPhones tendo uma queda de 1% nas vendas, a renda da empresa continuou aumentando. Segundo ela, isso se deu principalmente pela elevação do preço médio de venda. Os dados da CIRP contribuiram com essa informação, mostrando que os aparelhos maiores em tamanho — e mais caros — têm crescido em vendas.

CIRP iPhones por modelo 2017

As vendas nos EUA chegaram a 136 milhões de unidades (até 31 de março de 2017), em comparação com as 132 milhões de unidades comercializadas até o mesmo período em 2016.

Publicidade

Dentro da base instalada, os novos iPhones 7/7 Plus contam com 36 milhões de unidades, ou 26% do total. Os modelos de 2015 (os iPhones 6s/6s Plus) tiveram 45 milhões, ou 34%, e os aparelhos de dois anos atrás (os iPhones 6/6 Plus) compreendem 45 milhões de unidades, ou 33% da base instalada total.

Ou seja, com 50 milhões de unidades vendidas, os modelos Plus (6 Plus, 6s Plus e 7 Plus) representaram 37% da base instalada em 31 de março de 2017, contra 27% em 31 de março de 2016.

Publicidade

Apesar disso, os números são referentes aos EUA; na China, por exemplo, a Apple sofreu bastante com uma queda de 15% nas vendas dos iPhones. Ainda assim, os números continuam sendo muito bons.

[via 9to5Mac]

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Modelos de Apple Watch Series 2 molhados

Apple ultrapassa a Fitbit e se torna a maior fabricante de wearables do mundo

Próximo Artigo
Amplificador Fender Mustang GT

Novo amplificador Mustang GT, da Fender, traz Wi-Fi e Bluetooth para que você faça seus ajustes diretamente do smartphone

Posts Relacionados