O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Desmonte do MacBook Pro de 15" pelo iFixit

Campanha do Greenpeace dá notas ruins de reparabilidade para iPads e MacBooks; iPhones se safam

De ano em ano, nós vemos lançamentos de novos smartphones, tablets e computadores. E essa periodicidade, diferentemente de algumas décadas atrás, acaba por tornar os dispositivos defasados muito mais rapidamente — tanto em software quanto em hardware.

Publicidade

Não é novidade, também, que em vez de se tornarem cada vez mais resistentes, os aparelhos hoje parecem estar muito mais frágeis, sendo arquitetados de maneira que poucos consigam consertá-los caso algo de errado aconteça com eles. A maioria dos usuários procura aparelhos duráveis, principalmente porque hoje em dia não é barato adquirir um bom dispositivo. Entretanto, nesse quesito, as empresas têm deixado bastante a desejar — e a Apple entra nesse pacote.

Por esse motivo, o Greenpeace lançou hoje a campanha “Rethink-it” em parceria com a iFixit, a fim de demonstrar os impactos ambientais de aparelhos com baixa reparabilidade e o que chamaram de “obsolescência planejada”. Para sustentar essa ideia, 21 smartphones, 14 tablets e 9 computadores lançados no período de 2015 a 2017 foram avaliados e receberam notas de 1 (pior) a 10 (melhor).

Hoje, a nossa tecnologia tem um prazo de validade curto. Empresas de TI como Apple, Samsung e LG criam aparelhos eletrônicos que simplesmente não duram! Além disso, eles tornam reparos complicados e caros, não oferecem garantias a curto prazo e não fornecem manuais de reparação ou peças sobressalentes. Isso é chamado obsolescência planejada.

iPad Pro de 10,5" desmontado pela iFixit

Nesta campanha, os produtos da Maçã selecionados foram o iPhone 7, o iPhone 7 Plus, o iPad Pro de 9,7 polegadas, o iPad de quinta geração, o MacBook Pro de 13 polegadas e o MacBook de 12 polegadas. Os produtos foram classificados de acordo com as categorias a seguir: substituição da bateria, substituição de tela, nenhuma ferramenta especial necessária e peças sobressalentes disponíveis.

Publicidade

Na lista de computadores, os dois MacBooks ficaram em último lugar, conseguindo somente 1/10 por não passarem em nenhuma das quatro categorias (até aqui, nenhuma novidade). Mas se você acha que somente a Apple está mal, se engana: o Microsoft deu as mãos à Maçã, obtendo os mesmos 1/10 com o seu Surface Book.

Em relação aos tablets, o Surface Pro 5 conseguiu ser o último na lista, também com 1/10. Por bem pouco, é verdade, já que os dois iPads ficaram com 2/10, nos penúltimo e antepenúltimo lugares.

Publicidade

Na lista de smartphones, a Apple finalmente se saiu um pouco melhor. Tanto o iPhone 7 quanto o 7 Plus ganharam nota 7/10, marcando alguns pontos a mais pela categoria “substituição de tela”. Nesta lista, com 3/10, ficou o Samsung Galaxy S7 edge.

Desmontagem do iPhone 7 Plus feita pela iFixit

O Greenpeace é uma organização que já se mostrou capaz de influenciar o comportamento de empresas, em prol do meio ambiente e de consumidores. A Apple, inclusive, conseguiu pela terceira vez consecutiva uma classificação “A” na lista de empresas de tecnologia “mais verdes”, de acordo com a organização — ainda assim, esse ranking mostra mais as operações da Maçã enquanto empresa, o uso de energia renovável, entre outras coisas.

Publicidade

Como ela sempre leva bastante em conta as questões ambientais, certamente essa nova campanha do Greenpeace deverá chamar a atenção dela — quem sabe fazendo a empresa melhorar alguns pontos nesse quesito.

via 9to5Mac

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Steve Jobs - Think Different

Frase de Steve Jobs será tema da 13ª Olimpíada de Redação de Jundiaí

Próximo Artigo
DataMan Pro

Ofertas do dia na App Store: DataMan Next, liquivid Video Improve, Adventures of Mana, Sketchpad e mais!

Posts Relacionados