O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

iPhones X lado a lado

Previsões de analistas para 2018 incluem salto nas vendas de iPhones (mas queda na produção de iPhones X) e um novo modelo SE

O ano é novo, mas as previsões dos analistas em relação aos produtos da Apple não está muito diferente, se vocês querem saber.

Publicidade

De acordo com a firma TrendForce, o mercado de smartphones em 2018 continuará a crescer, mas não na mesma taxa de 2017 — ao longo do ano passado, foi uma subida de 6,5%. A razão para esta desaceleração seria o custo crescente dos componentes dos aparelhos, segundo analistas.

Dentro desse cenário, entretanto, a Apple tem tudo para sair de 2018 comemorando: segundo a firma, as vendas de iPhones ao longo do ano que está começando crescerão em torno de 7,5%, um salto muito maior do que aquele visto no ano que acabou de acabar (em 2017, as vendas subiram em 3% — um número que só não foi maior por conta de alguns problemas de produção com o iPhone X, de acordo com a TrendForce).

A firma apresentou algumas das suas previsões para os modelos de iPhones a serem lançados neste ano, sem trazerem novidades quanto ao que já vimos em vários veículos: Segundo eles, os novos smartphones da Maçã virão com tecnologia de reconhecimento facial aprimorada e uma proporção de tela-para-corpo ainda maior. Corroborando outros rumores, a Apple deverá apresentar dois modelos com telas AMOLED — possivelmente, um deles seria o “iPhone X Plus”.

Publicidade

Um ponto das previsões, entretanto, não tinha sido comentado até agora: a introdução de um modelo atualizado do iPhone SE, que seria — naturalmente — lançado de olho nos mercados emergentes e no segmento intermediário. Não se tem mais informações sobre o possível dispositivo, mas até que não seria má ideia.

Apenas como uma nota relacionada, a TrendForce estimou ainda que a Samsung terá um ano difícil: se a sul-coreana cresceu 3% em 2017 na venda de smartphones, a previsão da firma é que o seu desempenho comercial retraia-se no mesmo ritmo ao longo de 2018, principalmente por conta da competição cada vez mais acirrada das fabricantes chinesas e de uma “subida de nível” no segmento mais alto do mercado, com Apple e companhia oferecendo opções mais tentadoras.

·   •   ·

Publicidade

Por fim, o analista Nicolas Baratte (da firma de investimentos CLSA) tem notícias um pouco menos animadoras em relação à Apple: de acordo com o profissional, a Maçã reduzirá ainda mais o ritmo de produção do iPhone X.

Na semana passada, vários veículos relataram que a gigante de Cupertino estaria reduzindo a sua previsão de despachos de iPhones X no primeiro trimestre de 2018 de 50 milhões para 30 milhões de unidades; hoje, Baratte emitiu uma nota afirmando que mesmo estes números atualizados ainda podem ser deveras otimistas.

Publicidade

De acordo com o analista, é altamente improvável que a performance comercial do iPhone X no primeiro trimestre de 2018 supere a do último trimestre de 2017. A razão é óbvia: os consumidores que queriam o aparelho já estão com ele nas mãos, e potenciais novos compradores refletirão com mais calma sobre o custo/benefício do smartphone de mil dólares, possivelmente preferindo outras opções.

Portanto, os 30-35 milhões de iPhones X despachados no quarto trimestre de 2017 (segundo estimativa da própria CLSA) dificilmente serão superados neste período. Apenas quando a Apple lançar a nova geração do dispositivo, mais para o fim do ano, é que esses números poderão subir novamente.

Faz sentido, não é mesmo?

via 9to5Mac, MacRumors

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
iPhone com componentes expostos (bateria)

Apple trocará baterias de iPhones mesmo se ainda estiverem em uma boa condição

Próximo Artigo
Apple compra a buddybuild

Apple adquire a canadense buddybuild, cuja equipe se juntará ao grupo de engenharia do Xcode

Posts Relacionados