O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Chinês envolvido em esquema de produtos Apple falsificados se declara culpado

iPhones falsos
Ambos os iPhones na foto acima são falsificados

O chinês Jianhua Li (chamado de “Jeff”), de 43 anos, confessou em julgamento que participava de um esquema de tráfico e contrabando de produtos falsificados da Apple.

Publicidade

O falsificador, que estava nos Estados Unidos com visto de estudante, agia através da sua empresa Dream Digitals e teve a ajuda de Andreina Becerra, Roberto Volpe, Rosario LaMarca e outros.

Eles chegaram a contrabandear da China para os EUA cerca de 40.000 dispositivos e acessórios, incluindo iPads e iPhones falsos, assim como embalagens, rótulos e outros documentos contendo logotipos e marcas registradas da Apple falsificadas.

iPhones falsos
Ambos os iPhones na foto acima são falsificados (2015)

De acordo com o comunicado à imprensa compartilhado no site do Departamento de Justiça dos Estados Unidos, Li enviava os produtos separadamente das etiquetas e marcas falsificadas para tentar disfarçar o esquema. Nos EUA, os produtos eram enviados para seus comparsas.

O esquema teria durado quase cinco anos, desde julho de 2009 até fevereiro de 2014, e o dinheiro das vendas era depositado em várias contas na Flórida e em Nova Jersey. Durante esse período, Li teria recebido mais de US$1,1 milhão só de vendas nos EUA.

Publicidade

Depois de ter sido acusado de contrabandear e traficar mercadorias, ele se declarou culpado e pode ter que enfrentar muitos anos na prisão. Enquanto isso, LaMarca já foi sentenciado a 37 meses de prisão em julho, enquanto Volpe e Becerra ainda aguardam suas respectivas sentenças.

via The Verge

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior

Mural MM, edição IX

Próximo Artigo
Mulher com um notebook

Os 5 artigos mais lidos e mais comentados no MacMagazine: de 29 de janeiro a 4 de fevereiro

Posts Relacionados