O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Saindo do emprego

Idas e vindas de Cupertino: Apple perde peças importantes em diversas áreas como segurança e saúde

As idas e vindas de Cupertino continuam aquecidas. Vamos às novidades da semana?

Publicidade

Música

Conforme informou a Variety, o veterano jornalista de música Alex Gale foi nomeado chefe editorial do Apple Music. O ex-Billboard, Complex, XXL e Vibe ficará baseado em Los Angeles e começou os trabalhos para a Maçã nesta semana, segundo informou Jen Robbins (diretor de gerenciamento de projetos e editorial da Apple).

Gale liderará a equipe responsável por todo o conteúdo escrito nas plataformas de música da Apple, incluindo a Apple Music e o iTunes, com algum cruzamento em projetos de vídeo e da rádio global Beats 1.

Segurança

Após sete anos de empresa, Lee Freedman (diretor e conselheiro principal de investigações) deixou a Apple para assumir um cargo no Facebook. Ele, que já passou pelo Departamento de Justiça, é creditado com o criador do programa cibernético da Maçã, onde gerenciou a equipe de investigações cibernéticas antes de ser promovido a diretor de investigações.

Sim, ele é o cara designado para evitar vazamentos e supervisionar a equipe de investigadores da Apple que rastreia como informações e produtos inéditos ganham a mídia mundial. Ele também era responsável por trabalhar com a autoridades em questões de segurança, além de supervisionar roubos de carga, questões de varejo e outras preocupações envolvendo segurança na Apple. A nova chefona de segurança da Apple agora é Jessica Kirschbraun.

Vídeo

Segundo a Variety, a subsidiária de tecnologia da Disney, a BAMTech, contratou Kevin Swint para ser vice-presidente sênior e gerente geral do aguardado serviço de streaming de vídeos que a gigante do entretenimento — assim como a Apple — também está tirando em breve do papel.

Swint começou sua carreira no Walmart, liderando produtos e serviços digitais. Na Apple, ele era o chefe do negócio de filmes do iTunes e liderou os esforços para expandir a loja internacionalmente.

Saúde

Menos de dois anos após ser contratado, Stephen Friend já saiu da Maçã, segundo informou a CNBC.

Em 2016, quando foi contratado, o assunto foi bastante comentado na comunidade de saúde por ser um nome de peso aceitando um desafio numa empresa de tecnologia. De lá para cá a Apple teve bons avanços na área, especialmente no recurso recém-anunciado pela empresa, em que os registros médicos da pessoa ficam armazenados no iPhone.

Publicidade

Curiosamente, Friend não parece ter ido para nenhuma empresa já que sua página no LinkedIn agora o mostra como um “empreendedor independente”.

via 9to5Mac: 1, 2, 3; MacRumors

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Países na iTunes/App Store

Testamos e comprovamos: trocar o país da sua conta da App Store não é mais tão traumático quanto antes

Próximo Artigo
Família de produtos com os novos sistemas operacionais

Segundas versões beta do iOS 11.3 e do tvOS 11.3 estão agora disponíveis para testes! [atualizado 5x: Saúde da Bateria, macOS High Sierra 10.13.4 e watchOS 4.3]

Posts Relacionados