O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

HomePod branco e cinza espacial (by MacMagazine)

Pesquisa mostra que HomePod já detém 3% do mercado de alto-falantes inteligentes e público está satisfeito com o segmento

O HomePod mal chegou ao mercado (sério, não tem nem duas semanas), mas é claro que a primeira pesquisa de satisfação e popularidade do segmento de alto-falantes inteligentes levando em conta o novato competidor da Maçã já está entre nós.

Publicidade

A firma de análise Loup Ventures entrevistou uma amostra de 520 residentes dos EUA e constatou que 31% deles já possuem em casa um alto-falante inteligente. Destes, 55% deles são dispositivos Echo, da Amazon; os aparelhos Google Home constituem 23% do universo, enquanto aqueles baseados na assistente Cortana, da Microsoft, representam 15% do total. O HomePod, com menos de duas semanas de lançado, já está em 3% dos lares dotados dos famigerados smart speakers — um número que pode ser considerado bastante satisfatório para uma janela de tempo tão limitada.

A pesquisa também questionou qual o grau de satisfação dos consumidores para com os seus alto-falantes inteligentes, e os resultados foram positivos: 59% dos usuários entrevistados afirmaram estar “satisfeitos” com os dispositivos, enquanto outros 30% declararam estar “muito satisfeitos”. Segundo a Loup Ventures, entretanto, essa alta taxa de satisfação tem um propósito: por ser um segmento novo, os consumidores ainda estão “engatinhando” na relação com os produtos e exigem pouco deles — o ato de ouvir música e questões básicas sobre o tempo e dúvidas gerais ainda dominam o uso desse tipo de dispositivo.

Quando os aparelhos (e, com eles, os usuários) amadurecerem, outro tipo de expectativa, muito mais avançada, será direcionada a eles, e aí as concorrentes terão que se mexer para oferecer diferenciais. Especialmente a Apple, uma vez que a Siri e suas capacidades limitadas foram considerados o ponto fraco do HomePod por quase todas as críticas especializadas — aguardem a nossa para saber se concordamos com esse ponto ou não.

Publicidade

Agora, teremos que esperar para ver como o segmento e os consumidores se comportarão ao longo dos próximos meses e anos; é sempre interessante ver um novo mercado se formar, e aprender seus paradigmas e características próprias. Uma coisa é certa: a empresa (ou as empresas) que acertarem na receita certamente têm uma mina de ouro nas mãos. Concordam?

via AppleInsider

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior

Apple divulga fotos e detalhes sobre sua primeira loja na Áustria às vésperas da inauguração

Próximo Artigo
Galaxy S8 e iPhone 7 Plus

Juntos, Android e iOS representaram 99,9% dos smartphones vendidos no último ano; mercado sofre ligeira queda

Posts Relacionados