O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Idas e vindas de Cupertino: engenheiro cobiçado e ex-Sony Pictures Television entram para a equipe da Apple

Angelica Guerra

Sendo uma das maiores empresas do mundo, com mais de 84 mil empregados, é comum vermos alguns importantes executivos chegando e outros saindo de Cupertino. Pois foi o que aconteceu nessas últimas semanas.

Publicidade

Engenheiro cobiçado

Imagine uma pessoa que trabalhou como vice-presidente de engenharia do Twitter, foi líder de equipe da plataforma de nuvem Azure da Microsoft e vice-presidente sênior de aplicativos e serviços da Palm, ajudando a criar o webOS. Um currículo e tanto, não é mesmo? Pois toda essa experiência parece ter seduzido a Apple, que contratou Michael Abbott para desempenhar um papel não-especificado, segundo informou o MacGeneration [Google Tradutor].

Michael Abbott

Abbott atuava como investidor na Kleiner Perkins Caufield & Byers, apostando em inúmeras empresas que estavam iniciando seus negócios — como por exemplo, Snapchat. Em uma publicação no seu blog pessoal, contudo, ele explicou que se afastaria desse trabalho de investidor “nos próximos dois meses” a fim de se concentrar na sua paixão (engenharia) novamente.

Chefe de programação de vídeo para a América Latina

Angélica Guerra é a mais nova contratação da Apple para a empreitada de vídeo da empresa — ela chega com a incumbência de ser chefe de programação de vídeo para a América Latina, conforme informou a Variety.

Angelica Guerra

Ex-Sony Pictures Television, Guerra atuava como vice-presidente sênior e diretora-gerente de produção da América Latina e dos EUA. Nessa função, supervisionou o negócio de produção da empresa em toda a região, incluindo Colômbia, México e o nosso querido Brasil.

Na Apple, ela responderá a Morgan Wandell, chefe de desenvolvimento criativo internacional da Apple (que também chegou recentemente à empresa). Durante o seu tempo na Sony, Guerra supervisionou as séries primetime originais para os mercados latino-americanos e hispânicos dos EUA, incluindo “Mary Magdalene”, “El Comandante”, “Rosario Tijeras”, “Lady, Bloque de Busqueda” e “Metastasis” (acredite: uma adaptação no idioma espanhol da série de sucesso “Breaking Bad”).

Ex-Apple comandando o Museu da História da Computação

Muitos aqui no site — especialmente *todos* que já viajaram conosco no MM Tour — conhecem o Museu da História da Computação (Computer History Museum) de Mountain View. Pois ele agora será comandado por um ex-Apple.

Dan'l Lewis

Dan’l Lewin foi um dos melhores amigos de Steve Jobs nos primórdios da Apple e atuou em vários cargos de marketing de 1981 a 1985, quando foi recrutado por Jobs para se juntar à sua nova empresa, a NeXT, depois de sair da Apple.

Publicidade

Segundo o comunicado do CHM, Lewin desempenhará o papel de CEO e presidente do museu, sendo responsável pela nova fase de crescimento que inclui a expansão dos esforços de interpretação, criação de conteúdo e mídia para alcançar/impactar audiências globais. Ele também desenvolverá e direcionará a estratégia, a captação de recursos e as operações em andamento, incluindo as do Centro Exponencial (dedicado a empreendedorismo e inovação) e ao Centro de História do Software.

via MacRumors, Apple World Today, Cult of Mac

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Desafio do Dia Internacional da Mulher no Apple Watch

Apple disponibilizará desafio no Apple Watch para comemorar o Dia Internacional da Mulher

Próximo Artigo
Mulher decotada com um iPad

Os 5 artigos mais lidos no MacMagazine: de 26 de fevereiro a 4 de março

Posts Relacionados