O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Incêndio supostamente causado por iPhone destrói fazenda no Canadá; casal pede R$1,5 milhão à Apple

Incêndio causado por iPhone em fazenda no Canadá

O casal Cathy e Ian Finley, de Langley, no Canadá, vivia uma vida tranquila com suas filhas numa fazenda na zona rural da cidade. Até que, em outubro de 2016, tudo mudou: o fogo consumiu a casa da família, que conseguiu salvar apenas alguns itens de valor sentimental, como seu álbum de casamento.

Publicidade

O culpado disso tudo? Segundo Cathy, um iPhone e o seu carregador — e agora o casal está em busca de respostas (e uma indenização) por parte da Apple.

Quem informou foi a CBC News: Cathy havia deixado o seu iPhone 6, então com três meses de uso, carregando (com carregador e cabo originais, segundo a própria) apoiado numa poltrona de couro onde também repousava um notebook desligado. A fazendeira, então, foi alimentar suas cabras e, ao voltar, toda a casa estava tomada por uma espessa fumaça negra, com vários cômodos com pontos de incêndio. Apenas poucos itens de valor sentimental, como o álbum de casamento, conseguiram ser salvos antes de a construção ser tomada pelas chamas.

Kathy e Ian Finley, casal canadense que perdeu tudo em incêndio causado por iPhone
Cathy e Ian Finley

Felizmente, ninguém sofreu danos físicos — Ian estava no trabalho, enquanto as filhas do casal estavam na escola. Ainda assim, a família perdeu sua casa e única fonte de renda: a fazenda era local de cultivo de várias hortaliças e legumes que eram vendidos para restaurantes e hospitais locais, além de servir como local para excursões escolares e jantares especiais. Com a casa destruída, ficou impossível manter as atividades.

A perícia do departamento de bombeiros de Langley não apontou a causa específica do agente de início do fogo; foi determinado, entretanto, que o incêndio iniciou-se justamente na poltrona de couro onde estava repousado o iPhone de Cathy. A fazendeira disse que o aparelho já estava apresentando bugs e que algum curto-circuito no contato com o carregador fez com que a poltrona pegasse fogo, iniciando o incidente.

Restos do iPhone e do cabo/carregador incendiados

O seguro pagou C$600.000 (~R$1,5 milhão) para os Finleys começarem a reconstruir a sua vida, mas a família afirmou que a quantia não é suficiente para a restauração da casa e retomada das atividades da fazenda. Com isso em mente, Cathy entrou em contato com a Apple, inicialmente em fevereiro do ano passado, buscando uma indenização pelo ocorrido.

Publicidade

A empresa, entretanto, afirmou que não pode tomar nenhuma atitude sem inspecionar o iPhone queimado; o problema é que o aparelho está com uma firma privada de investigação parceira dos bombeiros e não pode ser reavido no momento. Ainda por cima, a Apple está em uma espécie de conflito com a seguradora da família, o que dificulta a comunicação de Cathy e Ian com a empresa, e só atrasa uma solução definitiva para o caso.

Calculando os gastos extras com perdas, reconstrução da casa e outros danos em mais C$600.000, a família agora está recorrendo à internet e às redes sociais para tentar mobilizar a sociedade e fazer com que a Apple pague a quantia. A filha mais velha do casal publicou uma petição no site Change.org, que foi assinada por mais de 1.700 pessoas em poucos dias; as inúmeras ligações realizadas por Cathy para Cupertino, muitas delas finalizadas com a fazendeira chorando de frustração, foram divulgadas nas redes também.

Agora, a família tem cerca de um ano para resolver a situação ou será obrigada a vender a casa recém-construída e mudar-se para a cidade grande, procurando outras formas de sustento. A Apple não comentou o assunto publicamente, mas é possível que tenhamos mais notícias sobre o caso agora que ele está nos olhos — e na boca — do público. Vamos ver no que tudo isso vai dar.

via Tudocelular.com

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Nova extensão para iMessage do Google para iOS

Aplicativo do Google para iOS é atualizado com suporte a arrastar & soltar no iPad, extensão para o Safari e mais

Próximo Artigo
iPhones X, 8 Plus e 8

Empresa desconhecida afirma que também pode desbloquear iPhones mais recentes… por US$15 mil [atualizado]

Posts Relacionados