O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Serviço gratuito de VPN da Opera para iOS e Android será descontinuado no fim deste mês

Olaf - Opera VPN

Aqueles que comemoraram com a notícia de que a Opera estava implementando uma VPN no seu navegador e, principalmente, quando o serviço foi lançado como um app para iOS não irão gostar do que falarei a seguir.

Publicidade

Olaf - Opera VPN

De acordo com uma página da própria empresa, o serviço de VPN gratuita para iOS e Android será descontinuado pela Opera a partir do dia 30 de abril.

A Opera VPN era um dos poucos serviços dessa categoria que era ofertado gratuitamente e sem limite de tráfego. Um ponto negativo do programa é de que as informações e os dados de navegação eram repassados para empresas terceirizadas — bem de acordo com a máxima de que, quando não pagamos por algo, *nós* nos tornamos o produto (Facebook, estou olhando para você).

Publicidade

Apesar de não divulgar o motivo de abrupta descontinuação, a empresa enfatiza que não deixará seus clientes na mão e anunciou que todos os usuários da versão Opera Gold terão a oportunidade de resgatar um ano de assinatura do programa SurfEasy Ultra VPN.

O serviço indicado pela empresa conta com um uso ilimitado em até cinco dispositivos, pode ser acessado de até 28 regiões e possui uma política de uso dos dados dos usuários bem restrita. Além disso, o navegador está disponível em mais plataformas que a Opera VPN, incluindo Windows, macOS, iOS, Android e em dispositivos da Amazon. Ainda que positivo, após o primeiro ano os usuários terão que pagar US$78 pelo serviço da SurfEasy, bem mais caro do que os US$30 anuais cobrados pelo Opera Gold.

A empresa informa que mesmo os usuários não assinantes do plano Opera Gold terão acesso a um desconto de 80% — pelo plano de assinatura mensal, são cobrados US$4 — do SurfEasy através da última versão do aplicativo para iOS e Android.

Publicidade

Obviamente, o SurfEasy é apenas a indicação da Opera neste momento de migração para seus usuários. Quem ainda quiser/precisar continuar usando uma VPN, pode optar por qualquer serviço disponível no mercado. O Rafael Fischmann, por exemplo, é usuário assíduo e muito satisfeito da ExpressVPN.

Por fim, na nota, a empresa agradece por todo o suporte através dos anos, e se desculpa por qualquer inconveniente que a mudança possa causar. Realmente, é uma pena…

via PCWorld

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Consumidores mexendo em iPhones numa Apple Store

Pesquisa indica que donos de iPhone se mantêm leais ao produto carro-chefe da Apple

Próximo Artigo
Capa do podcast #275

MacMagazine no Ar #275: vendas do HomePod, iPhone X dourado, troca de Apple Watches, vazamentos e mais!

Posts Relacionados