O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Spotify

Apple Music, fique atento: gravadoras estão se desfazendo das suas ações do Spotify

Que o Spotify é o maior serviço de streaming do mundo e não dá sinais de largar o osso da liderança, todo mundo está careca de saber — o Apple Music, ao menos em curto prazo, terá de se contentar com uma confortável vice-liderança no segmento. Mas será que pode estar havendo uma movimentação que indique uma perda de potência do gigante musical sueco? Pelo menos é o que indica (ou… pode indicar) o Recode.

Publicidade

De acordo com o site, duas das maiores gravadoras do mundo — que compraram grandes pacotes de ações da plataforma de streaming na época do seu crescimento — estão vendendo parte das suas participações no Spotify, por razões ainda não confirmadas.

Na semana passada, a Sony (a gravadora com a maior fatia do Spotify) anunciou que estava vendendo metade das suas ações da empresa por cerca de US$750 milhões; hoje foi a vez da Warner Music Group de anunciar que está vendendo 75% da sua participação na companhia, por um valor próximo dos US$400 milhões.

Apesar de as razões para as vendas não serem especificadas, o CEO da Warner, Steve Cooper, pontuou na conferência de resultados financeiros da empresa que elas não refletem qualquer tipo de pessimismo em relação ao futuro do Spotify — se essa é uma assertiva sincera ou somente uma frase para apaziguar os ânimos de potenciais acionistas (afinal, o Spotify é, hoje, uma das mais importantes fontes de renda das gravadoras do mundo), ninguém sabe.

Publicidade

O fato é que a Apple deve ter lido essa notícia com os olhos colados na tela, porque qualquer possível (futura) crise do seu maior concorrente na área musical pode ser uma oportunidade e tanto para a Maçã dar o bote e conquistar a liderança do segmento. Será que é o caso? Teremos que aguardar para ver.

via 9to5Mac

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Warren Buffett

Warren Buffett: "Nós possuímos cerca de 5% da Apple, mas eu adoraria ter 100% dela"

Próximo Artigo
Bill Gates

Em entrevista, Bill Gates afirma que a Apple é uma empresa incrível

Posts Relacionados