O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Bandeira da Irlanda

Após altos e baixos (e anos de espera), Apple cancela planos para a construção de data center na Irlanda

No início de 2015, a Apple anunciou a construção de dois novos data centers na Europa, um na Dinamarca e outro na Irlanda. Enquanto o investimento na Dinamarca correu conforme planejado, o da Irlanda nunca chegou a sair do papel — muita papelada judicial, diga-se de passagem.

Publicidade

Em outubro passado, a Apple venceu a decisão no Tribunal Superior da Irlanda, derrubando alegações ambientais que barravam a construção do centro da Maçã na cidade irlandesa de Athenry. No entanto, um novo recurso anulou o julgamento anterior e enviou os planos da companhia novamente aos tribunais.

Com a nova decisão, o Tribunal Irlandês informou que seria necessário encaminhar o processo ao Tribunal de Justiça Europeu e pode ser que leve anos até que uma posição seja definida. Era o que faltava para a Apple cancelar os planos da construção, estimada em €850 milhões — cerca de US$1 bilhão.

O data center seria um dos maiores da Europa, sua construção exigiria o trabalho de cerca de 300 pessoas e outros 50 trabalhos fixos seriam gerados. A estrutura foi projetada para atender os serviços online da Apple fornecidos na Europa, a exemplo do Apple Music, do iCloud, da App Store, do Mensagens, do Mapas e da Siri.

Publicidade

Em uma declaração dada ao jornal The Independent, a Apple comentou o caso e afirmou que a decisão não interfere nos investimentos da companhia no país:

Várias anos atrás, nós demos início à construção do centro em Athenry. Apesar dos nosso esforços, os atrasos na aprovação do processo fizeram com que nós seguíssemos outros planos, e não vamos seguir com o data center. Mesmo sendo decepcionante, o contratempo não diminuirá o nosso entusiasmos em futuros projetos na Irlanda à medida que nossos negócios continuam a crescer.

A gigante de Cupertino comentou também que a decisão não tem relação com outro problema judicial entre a companhia e o governo irlandês acerca da suposta falta de pagamento de impostos para o governo da Irlanda entre os anos 2003 e 2014 — o governo afirmou que a empresa utilizou benefícios fiscais ilegais e exigiu o pagamento de cerca de €13 bilhões.

De fato, a Apple não guarda nenhuma mágoa desta situação. Tanto é verdade que os investimentos nas instalações em Cork, outra cidade irlandesa, emprega mais de 6.000 pessoas e os trabalhos continuam a todo vapor.

Publicidade

Em julho passado, conforme falamos acima, a companhia anunciou a construção do segundo data center na Dinamarca — a estrutura de US$921 milhões contará 100% com energia renovável. O início dos trabalhos na nova instalação é esperado para o segundo trimestre do próximo ano.

via 9to5Mac

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Drone sobrevoando Paris

Apple confirma que utilizará drones para melhorar os seus serviços de mapas

Próximo Artigo
Mulher usando um iPhonw

Anatel começa a bloquear celulares irregulares; iPhones importados não serão bloqueados

Posts Relacionados