O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Suposto benchmark do próximo iPhone indica desempenho 10% maior e 4GB de RAM

Como sabemos, todos os anos os novos iPhones são equipados com a última geração de chips que, obviamente, aumentam cada vez mais o desempenho e a velocidade dos gadgets da Maçã. Curiosamente (ou não), o site francês iGeneration divulgou um suposto resultado de benchmark dos próximos iPhones, o qual indica melhorias na performance e denuncia que o novo aparelho (ao menos esse suposto iPhone testado) terá 4GB de RAM.

Publicidade

Suposto benchmark do iPhone11,2

Sob a denominação de iPhone11,2, as supostas medições mostram alguns resultados incríveis para o possível processador A12, da Apple. Entre esses, os testes para o núcleo único mostram uma pontuação de 4.673 pontos, enquanto o para múltiplos núcleos chega a 10.912 pontos.

A nível de comparação, o chip A11 Bionic (presente nos iPhones 8, 8 Plus e X) apresenta uma pontuação de 4.206 no teste single-core e de 10.128 no multi-core; isso indica que o novo processador será, aproximadamente, 10% mais rápido do que a última e atual geração.

Publicidade

Além disso, os benchmarks indicam, supostamente, melhorias no motor gráfico Metal que equipará esses dispositivos. Com uma pontuação de 21.691, os iPhones deste ano deverão superar o modelo flagship da Maçã, que obteve uma pontuação de 15.234.

Conforme já comentamos algumas vezes [1, 2, 3], a Apple deverá lançar três modelos de iPhones neste ano: o sucessor do iPhone X (com tela de 5,8″), um modelo intermediário (com display LCD de 6,1″ e com custo menor) e, por fim um, modelo “Plus” (com tela OLED de 6,5″).

No entanto, não é possível conferir a qual modelo os supostos benchmarks se referem, já que a Apple deverá lançar cada modelo sob um código diferente. O que podemos assimilar, com base em rumores do analista Ming-Chi Kuo, é que apenas os iPhones com display OLED deverão contar com 4GB de RAM, fato que retira a possibilidade de os benchmarks representarem o suposto modelo intermediário.

Publicidade

Ademais, não é possível confirmar a veracidade dos resultados, já que há a possibilidade de que as pontuações e o dispositivo utilizado possam ter sido falsificados para esses testes — vai saber. No entanto, são dados que deixam uma pulga atrás da orelha acerca das possíveis características dos famigerados novos iPhones — até por não ser um resultado de outro mundo e bastante coerente com o que costumamos ver.

via VentureBeat

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Segmentando um exercício no Apple Watch

Como dividir o seu exercício em segmentos no Apple Watch para ter uma ideia melhor do seu desempenho

Próximo Artigo
FQ3 2018

Apple divulgará seus resultados financeiros do terceiro trimestre fiscal de 2018 no dia 31 de julho

Posts Relacionados