O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Monitor LG UltraFine 5K

Novos MacBooks Pro em teoria poderiam suportar monitores 8K, mas isso ainda não é possível

Nesta semana a iFixit desmontou os novos MacBooks Pro e, entre as poucas novidades, foi constatado que as portas Thunderbolt 3 de ambos os modelos de 13 e 15 polegadas são equipadas com a nova geração de chipset da Intel, denominada “Titan Ridge”, que foi anunciada no início do ano.

Publicidade

Basicamente, os chips da família Titan Ridge para conexões Thunderbolt 3 trazem, além da compatibilidade com o formato USB-C, suporte à interface DisplayPort 1.4, que por sua vez permite conectar o notebook a um monitor externo 8K(!) e exibir imagens a uma taxa de 60Hz (com compressão de imagens).

A série dessa família de chipset que equipa os novos MacBooks Pro é a JHL7540, que de acordo com a Intel e como supracitado, oferece suporte à DisplayPort 1.4. No entanto, além de obter uma porta Thunderbolt 3 compatível, o suporte a essa interface também depende da placa gráfica instalada, que varia de acordo com o MacBook Pro e deixa o modelo de 13 polegadas fora dessa jogada — veja a seguir o porquê.

Conforme divulgado pelo MacRumors, o novo MacBook Pro de 13 polegadas com Touch Bar suporta o padrão High-Bit Rate 2 (HBR2), o qual corresponde à versão 1.2 da DisplayPort — que permite conectar o dispositivo a um monitor externo 4K e exibir imagens a 60Hz —, devido a uma limitação da GPU integrada Intel Iris Plus 655.

Por outro lado, o modelo de 15 polegadas com Touch Bar suporta o novo protocolo High-Bit Rate 3 (HBR3), o padrão de sinal tanto da DisplayPort 1.3 quanto da 1.4. Com isso, a Apple afirma que os gráficos AMD Radeon Pro dedicados permitem conectar ao notebook até dois monitores 5K com uma taxa de 60Hz.

Publicidade

Logo, o novo MacBook Pro de 15 polegadas teoricamente suporta a interface 1.4 da DisplayPort, mas ainda não consegue controlar um display 8K, ao contrário do que o prometido pelo novo chipset da Intel. Pode ser que isso seja habilitado por uma futura atualização de software, mas nada é certo neste momento.

Esse não é o único indício de que, mesmo trabalhando juntas, Intel e Apple não pensaram a melhor maneira para equipar novos componentes. Ainda nesta semana, surgiu uma polêmica em torno do superaquecimento do modelo de 15 polegadas equipado com a nova geração Core i9 de processadores da mesma fabricante, e ainda não se sabe de quem é a culpa por aquilo.

Ainda relacionado com conexões Thunderbolt, ontem comentamos também que a Apple confirmou que todas as portas Thunderbolt 3 do novo MacBook Pro de 13 polegadas são iguais e oferecem uma velocidade de transmissão que pode chegar a 40Gbps, diferentemente dos modelos anteriores em que apenas as portas da esquerda atingiam tal banda.

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior

Samsung lança três novos comerciais fazendo chacota do iPhone X

Próximo Artigo
Luminar 2018, da Macphun

Promoções do dia na App Store: Luminar 2018, Distressed FX, Super PhotoCut e mais!

Posts Relacionados