O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Instapaper

Instapaper retoma atividades na Europa e relança serviço premium

Após um primeiro semestre agitado para o Instapaper, com momentos de altos e baixos que vão desde o “banimento” do serviço na Europa até reconquistar a sua independência, parece que tudo está, aos poucos, se ajeitando para o app de notícias e leitura offline. A empresa revelou ter pensado bastante no futuro e anunciou algumas medidas, de acordo com uma nota divulgada em seu blog.

Publicidade

Primeiramente, a empresa decidiu relançar o Instapaper Premium, que conta com duas opções de cobrança (US$3/mês ou US$30/ano). Ao assinar o serviço, o usuário pode:

  • Pesquisar em todo o texto e em todos os artigos da sua conta;
  • Criar anotações ilimitadas;
  • Acessar playlists “texto-para-fala” (text-to-speech) em dispositivos móveis;
  • Leitura rápida para passar por todos os artigos até 3x mais rápido;
  • Site do Instapaper livre de anúncios;
  • Acessar a opção “Enviar para o Kindle” através de um marcador no navegador ou diretamente do app.

Conforme o Instapaper destacou na nota, além do acesso aos recursos premium, a assinatura contribui para garantir que o serviço continue funcionando plenamente, cobrindo custos e minimizando as chances de ele voltar a ser subsidiado por outra companhia — como ocorreu em 2016 após a aquisição do Instapaper pela Pinterest.

Além do acesso aos recursos, a assinatura do Instapaper Premium ajudará a garantir que possamos continuar desenvolvendo e operando o Instapaper. Nosso objetivo é construir um produto e um negócio sustentável a longo prazo, sem capital de risco, e precisamos da sua ajuda para atingir essa meta.

Além da versão premium, o Instapaper anunciou ainda a retomada das atividades na Europa, que haviam sido suspensas dois meses atrás após problemas entre a política de privacidade do serviço e as leis impostas pelo Regulamento Geral sobre a Proteção de Dados (General Data Protection Regulation, ou GDPR). Devido ao extenso período de tempo de inatividade na região — e como uma forma de pedir desculpas —, o Instapaper está oferecendo seis meses do seu serviço premium para todos os usuários afetados pela interrupção.

Publicidade

Ademais, a empresa divulgou que atualizou a sua política de privacidade para incluir os direitos concedidos aos usuários pertencentes à União Europeia de acordo com as regulamentações da GDPR e as publicou no GitHub, para que qualquer cliente do serviço possa visualizar o histórico de todas as alterações realizadas.


Ícone do app Instapaper
Instapaper de Instant Paper, Inc.
Compatível com MacsCompatível com iPadsCompatível com iPhones
Versão 8.0 (49.1 MB)
Requer o iOS 13.0 ou superior
GrátisBadge - Baixar na Mac App Store Código QR Código QR

via MacRumors

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Tim Cook, CEO da Apple, na keynote da WWDC 2016

Tim Cook afirma que Apple não está no mercado de streaming pelo dinheiro

Próximo Artigo
Vídeo-tutorial da Apple

Apple explica autenticação de dois fatores e como liberar espaço em iPhones/iPads

Posts Relacionados