O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

HomePod

Apple precisa vender versão mais barata do HomePod se quiser crescer no segmento

Ninguém sabe exatamente como vai o HomePod em termos de desempenho comercial. A Apple não divulga números concretos de venda e os relatórios das firmas de análise não são definitivos — alguns deles pintam um cenário mais otimista, enquanto outros mostram uma situação bem desconfortável para a Maçã.

Publicidade

Agora, a Consumer Intelligence Research Partners (CIRP) veio com uma nova pesquisa [PDF] que mostra um fato (quase) incontestável: se Tim Cook e sua turma quiserem crescer mais no concorrido mercado de alto-falantes inteligentes, terão que pensar seriamente em vender uma versão mais barata do aparelho.

De acordo com o relatório da firma, a fatia de mercado da Apple no segmento continua a mesma divulgada há pouco mais de um mês, em cerca de 6%. Fazendo as contas, a CIRP estima que apenas 2% dos clientes da Apple no mundo têm um HomePod, o que soa como um índice muito baixo para um produto que pode representar o epicentro das intenções da empresa no universo dos gadgets domésticos.

Dados da CIRP sobre Amazon Echo, Google Home e alto-falantes inteligentes
Tipos de set-top box mais comprados por clientes da Apple

De fato, muito mais clientes da Maçã possuem dispositivos Amazon Echo ou Google Home do que HomePods, o que são notícias piores ainda para a Apple.

Falando em Amazon e Google, as empresas aumentaram suas fatias de mercado entre os alto-falantes inteligentes e, mais que isso, estão vendo o índice de consumidores que possuem mais de um dispositivo do tipo em casa crescer cada vez mais — a oferta de opções mais baratas é propícia a esse tipo de fenômeno e, segundo o analista da CIRP Josh Lowitz, é um caminho que precisa ser considerado pela Apple se ela quiser competir com mais contundência perante as concorrentes.

Publicidade

Como exemplo para essa estratégia, Lowitz toma o caso do outro dispositivo doméstico da Maçã. 20% dos compradores de produtos de Cupertino possuem uma Apple TV, o que é um índice bem superior ao apresentado pelo HomePod justamente porque a Apple oferece modelos da caixinha preta com preços mais ou menos em linha aos da concorrência — claro, tirando da equação dispositivos muito mais baratos, como o Chromecast.

Dados da CIRP sobre Apple TV e outras set-top boxes
Porcentagem de donos de dispositivos Amazon Echo e Google Home com mais de um aparelho do tipo

A receita, portanto, está posta na mesa. Resta saber se a Apple vai segui-la ou se vai continuar insistindo na ideia de um produto (teoricamente) superior e bem mais caro que o da concorrência.

via Apple World Today

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Sede da Apple na Irlanda

Apple conclui pagamento de quase R$69 bilhões ao governo irlandês

Próximo Artigo
Novos relógios Steel HR da Whithings

Withings volta ao jogo com novo relógio híbrido

Posts Relacionados