O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Apple Pay Cash está ajudando plataforma a avançar; novos países serão adicionados em breve

Numa perspectiva mundial, o Apple Pay pegou — disso, ninguém duvida. Em vários aspectos, entretanto, ele ainda encontra dificuldades para fazer frente aos seus concorrentes — notadamente, o PayPal e o Walmart Pay. O que está contribuindo para que a plataforma de pagamentos da Maçã avance além dos seus competidores? Segundo a Bloomberg, o Apple Pay Cash.

Publicidade

A publicação fez uma reportagem apontando os desafios da Apple em expandir sua plataforma num ritmo superior ao das concorrentes e mostra que o sistema de envio de dinheiro entre usuários — por enquanto, disponível apenas nos Estados Unidos — foi um grande acerto por parte da Maçã, fazendo a empresa, nas palavras do analista Gene Munster, “recuperar muito do terreno perdido”.

Outro ponto que está fazendo o serviço deslanchar é a rápida adoção por parte de lojas, restaurantes e outros espaços comerciais. Há quatro anos, quando o Apple Pay foi lançado, eram 3% dos estabelecimentos nos EUA; até o final de 2018, esse número subirá para nada menos de 60%. Situação parecida é encontrada no Reino Unido, onde a plataforma da Maçã cresceu rapidamente por conta das estruturas já existentes de pagamento sem contato.

Publicidade

Apesar disso, muitos comerciantes ainda relatam que o Apple Pay representa uma parte pequena das suas vendas. O gerente de uma lanchonete bastante frequentada na Terceira Avenida, em Nova York, afirmou que cerca de 5% a 10% dos clientes utilizam o serviço da Maçã por lá — e muitos deles só o fazem quando percebem ter esquecido seu cartão de crédito ou débito.

No geral, segundo Munster, o desempenho do Apple Pay tem sido “decepcionante” em relação às expectativas originais da Apple: o analista afirmou que a empresa procurava construir todo um negócio de pagamentos e ser uma força disruptiva no segmento, mas nunca chegou a esse ponto.

Ainda assim, o terreno está aberto para a Apple: de acordo com o analista, a plataforma da Maçã é a única que está em todos os espaços de transação financeira possíveis, considerando estabelecimentos físicos, pagamentos em computadores, dispositivos móveis, dentro de aplicativos e também na transferência de dinheiro entre pessoas. Munster “ainda está otimista” de que o serviço pode alçar voos maiores e ser uma vantagem — ou uma razão para as pessoas comprarem iPhones e Apple Watches. Será?

Expansões

Obviamente, para que esse sucesso chegue, a plataforma tem que se preocupar em expandir-se o mais rápido possível. Felizmente, a Apple continua focada nisso e dois territórios importantes deverão receber o serviço em breve.

Publicidade

Segundo o jornal De Tijd, o Apple Pay deve chegar à Bélgica já em novembro, inicialmente pelo banco BNP Paribas Fortis; outras instituições deverão adotar a plataforma nos meses seguintes. Não está claro se o Apple Pay Cash entrará no esquema — mas provavelmente não, considerando que o recurso ainda sequer saiu dos EUA.

A milhares de quilômetros dali, a própria Apple anunciou que a plataforma chegará à Arábia Saudita “em breve”, sem especificar datas. A rede de pagamentos local MADA já confirmou que suportará a plataforma da Maçã, quando ela for disponibilizada no país.

Novo comercial

Por fim, a Apple disponibilizou recentemente mais um comercial do Apple Pay Cash dentro do conceito “Just text them the money”, que mostra conversas divertidas no iMessage envolvendo o recurso. Desta vez, duas pessoas tentam ser gentis uma com a outra… até que não.

Publicidade

Inverossímil (ao menos para mim 😝), porém divertido.

via MacRumors: 1, 2; AppleInsider

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
iPad Pro rodando jogo pesado graças ao chip A12X Bionic

Novos iPads Pro rivalizam MacBooks Pro de 2018 em benchmarks

Próximo Artigo
Carregador sem fio Nomad Base Station Apple Watch Edition

Novo dock da Nomad carrega o iPhone e o Apple Watch ao mesmo tempo

Posts Relacionados