O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Câmera do iPhone XR

DxOMark elege iPhone XR o melhor smartphone com câmera única

Após analisar a câmera dos iPhones XS e XS Max, o DxOMark (ranking das melhores câmeras em smartphones) examinou a qualidade das imagens e dos vídeos registrados com o iPhone XR, lançado cerca de um mês depois dos atuais flagships da Maçã.

Publicidade

Como já deu para perceber pelo título deste post, o dispositivo se saiu muito bem nos testes — tão bem que foi eleito o melhor smartphone com câmera única, desbancando o Google Pixel 2 do topo do ranking. A média geral obtida pelo iPhone XR foi de 103 pontos; quanto à qualidade das imagens, o dispositivo obteve 101 pontos (superando o Pixel 2), e avaliação de vídeo os gadgets da Apple e do Google ficaram empatados.

Ranking da DxOMark
Não me perguntem por que o Pixel 3 ainda não foi avaliado pelos caras.

Apesar do bom resultado, a empresa criticou a qualidade de fotos do iPhone XR com zoom e pouca luz; não obstante, melhorias no flash e o recurso HDR Inteligente ajudaram na pontuação obtida pelo gadget, como veremos a seguir. Para a avaliação dele, o DxOMark Image Labs analisou mais de 1.500 fotos e mais de 2h de vídeo em laboratórios e ambientes externos, usando a configuração padrão da câmera.

Exposição e contraste

Conforme avaliado pelo DxOMark, a exposição dos rostos no iPhone XR em cenas com iluminação de fundo é excelente, provando que os algoritmos de detecção de rosto funcionam muito bem (para quem estava com dúvida ainda). Como esperado, os resultados são muito parecidos aos do iPhone XS e ambos os dispositivos apresentaram uma melhoria no alcance dinâmico em relação ao iPhone X.

Em ordem (da esquerda para a direita): iPhone XR, iPhone XS Max e iPhone X. Clique/toque para ampliar as imagens.

Cor

O iPhone XR apresenta cores fortes e bem saturadas, especialmente em fotos de ambientes abertos. No quesito balanço de branco, o dispositivo tende a se inclinar para tons mais azuis (frio) em imagens externas, com tons mais quentes em imagens internas — como em outros modelos de iPhones. Em ambos os casos, o DxOMark definiu como “aceitável” esse balanço.

Em ordem (da esquerda para a direita): iPhone XR, iPhone XS Max e Google Pixel 2. Clique/toque para ampliar as imagens.

Textura e ruído

Nesse quesito, todos os três dispositivos capturaram excelentes imagens com detalhes e bordas nítidas em áreas estáticas. No iPhone XR, foi constatado um pouco de ruído e imagens mais claras nas áreas planas na imagem externa, como nos prédios. Não obstante, em alguns casos isso é imperceptível e “está longe de ser problemático”, segundo o DxOMark.

Em ordem (da esquerda para a direita): iPhone XR, iPhone XS Max e Google Pixel 2. Clique/toque para ampliar as imagens.

No detalhe:

Em ordem (da esquerda para a direita): iPhone XR, iPhone XS Max e Google Pixel 2. Clique/toque para ampliar as imagens.

Flash

Como dissemos, o desempenho do flash no iPhone XR foi um dos pontos elogiados pela empresa durante o benchmark. De fato, a melhor exposição no rosto da pessoa e no centro do quadro em geral fizeram com que as fotos registradas pelo dispositivo fossem melhores que aquelas do iPhone XS Max. Para o DxOMark, é “evidente” que a Apple ajustou os algoritmos para obter melhores resultados com o XR do que com o seu irmão maior.

Publicidade

Ainda assim, o Pixel 2 levou a melhor nesse teste:

Em ordem (da esquerda para a direita): iPhone XR, iPhone XS Max e Google Pixel 2. Clique/toque para ampliar as imagens.

Zoom

Como sabemos, nesse quesito o iPhone XR possui uma desvantagem em relação ao XS/XS Max, que conta com um sistema duplo de lentes e, portanto, zoom óptico de 2x. Nesse sentido, o DxOMark apontou que o uso do zoom digital para curto alcance do iPhone XR é aceitável, mas os resultados estão longes de serem comparáveis ​​a um dispositivo de câmera dupla que utiliza uma lente teleobjetiva.

Em ordem (da esquerda para a direita): zoom máximo no iPhone XR, zoom de 8x no iPhone XS Max e zoom de 8x no Google Pixel 2. Clique/toque para ampliar as imagens.

No detalhe:

Em ordem (da esquerda para a direita): iPhone XR, iPhone XS Max e Google Pixel 2. Clique/toque para ampliar as imagens.

Bokeh

A falta da teleobjetiva no iPhone XR também implica na performance das imagens capturadas no Modo Retrato. Como informamos, a câmera traseira desse dispositivo captura imagens apenas de pessoas com esse efeito, e para isso também são usados algoritmos responsáveis por definir o desfoque do ambiente.

Além disso, o DxOMark levantou que a lente com abertura de ƒ/1.8 não é ideal para retratos e, embora seja possível preencher o quadro aproximando-se da pessoa ao fotografar, algumas distorções e bordas são evidentes, fazendo com que o resultado final possa ficar um pouco “Photoshopado”.

Em ordem (da esquerda para a direita): iPhone XR, e iPhone XS Max. Clique/toque para ampliar as imagens.

Vídeo

Conforme supracitado, o iPhone XR alcançou uma pontuação semelhante à do Google Pixel 2 quanto a qualidade de vídeo. No geral, o dispositivo tem um desempenho muito semelhante ao do iPhone XS Max, com HDR1 em vídeos ao ar livre, ótima renderização de cores, balanço de branco e estabilização em baixo movimento.

Como nem tudo são flores, algumas pequenas instabilidades são perceptíveis na exposição e no balanço de branco sob diferentes condições de iluminação, algo que também pôde ser notado no comercial da Koss Headphones, gravado inteiramente com o iPhone XS Max.

Quanto ao autofoco do dispositivo, assim como nas imagens estáticas, ele é excelente ao gravar vídeos, graças ao tempo de resposta rápido e ao fato de não apresentar nenhuma das instabilidades, como solavancos que podem atrapalhar a experiência de visualização.

Em vídeos ao ar livre e com luz forte, tanto o rastreamento quanto a suavidade do foco automático também são excelentes; e embora o desempenho não seja tão robusto em situações de pouca luz, ele continua muito bom.

·   •   ·

Tirando as comparações óbvias entre o iPhone XR e o XS/XS Max, levando em consideração que a Maçã pensou em levar diversos recursos dos modelos flagships para a versão “mais em conta” a partir de software, o gadget parece ser a opção mais indicada pelo DxOMark.

Quanto à comparação com o dispositivo do Google, talvez tenha sido interessante verificar como o iPhone XR se sairia em relação ao Pixel 3, anunciado em outubro passado. Ainda assim, a comparação com o Pixel 2 é valida, já que o iPhone XR possui algumas especificações semelhantes às do XS/XS Max.

A câmera do #Apple #iPhoneXR foi classificada como a melhor de um telefone com lente única pelo DXOMark. #ShotOniPhone

O próprio vice-presidente sênior de marketing mundial da empresa, Philip Schiller (Phil, para os íntimos) compartilhou o resultado da avaliação no Twitter; logo, a Apple deve estar orgulhosa do desempenho do novo dispositivo, inclusive nas vendas (ou não).

via AppleInsider

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
CityMaps2Go

Promoções do dia na App Store: CityMaps2Go Pro, Truck Simulator PRO Europe, The Adventures of Tacheman e mais!

Próximo Artigo
App Store no iPhone

Gastos na App Store deverão ultrapassar US$122 bilhões em 2019

Posts Relacionados