O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Fortnite em números: US$3 bilhões de lucro, 125 milhões de jogadores e, agora, 60fps

Fornite - Captura de Tela

Se você utiliza redes sociais diariamente, muito provavelmente já leu ou ouviu falar em Fortnite. Se incrivelmente não, explico rapidamente: é um jogo de sobrevivência onde 100 pessoas (jogadores reais) pulam de um ônibus voador, caem (de paraquedas) em uma ilha, coletam armas e sobrevivem. Quem ficar vivo por último, ganha.

Publicidade
Fornite - Captura de Tela

O jogo “PvP” da Epic Games, que foi até o principal tema do rejeitado vídeo do YouTube Rewind com inúmeras referências, atingiu um novo marco relevante: um lucro simbólico de US$3 bilhões, conseguidos com 125 milhões de jogadores em várias plataformas.

Fortnite, que é grátis para baixar e jogar, tem várias compras dentro do game, embora a maioria seja apenas “cosmética” — ou seja, que não traz nenhum ganho no game, além do visual.

Fornite - Captura de Tela

Ainda assim, conforme apontou a Sensor Tower, só os usuários de iOS gastam nele US$1,2 milhão… por dia. Quase US$400 milhões anuais só de jogadores do sistema operacional móvel da Apple.

É tanto lugar que você pode jogar Fortnite que não falta desculpa: PlayStation, Xbox, Nintendo Switch, Windows, macOS, iOS e, ufa, Android. Tudo isso fez com que a Epic Games, que não tem seu capital aberto, valesse agora aproximadamente US$15 bilhões, de acordo com o Wall Street Journal.

·   •   ·

Publicidade

Falando tecnicamente sobre o game, ele agora exibe seus belos gráficos no iOS em 60fps (frames per second, ou quadros por segundo) — nos iPhones lançados este ano, é bom notar. Isso é algo que já existe em consoles há um tempo, mas que se torna relevante tratando-se de celulares.

A parte interessante sobre isso é que a desenvolvedora não teve que fazer muito esforço no seu código do iOS para habilitar tal novidade. Graças aos 7 nanômetros do novo chip A12 Bionic — presente nos iPhones XS, XS Max e XR —, a jogabilidade continuou fluída, leve e sem aquecer (muito) os iDevices.

O que talvez você não saiba é que, mesmo tendo um dispositivo compatível, você precisa habilitar essa função nos ajustes — conforme mostra a imagem abaixo:

Fornite - Captura de Tela

Isso vem desabilitado porque, querendo ou não, sua bateria vai embora mais rápido, além de esquentar mais o aparelho.

Curiosamente, a Epic Games disse ao Eurogamer que, na teoria, o chip A11 Bionic do iPhone X poderia também rodar o jogo em 60fps. Mas em cenários complexos isso exigiria muito do processador para renderizar tanta informação, causando um aquecimento indesejado dos núcleos, diminuindo então a performance nessas situações; sem falar, é claro, na vida útil da bateria.

Fornite - Captura de Tela

Mas a pergunta que fica é: a diferença de 30fps para 60fps é notável? Nesse vídeo do Digital Foundry, já com o link começando em 12:10, vemos um comparativo entre o iPhone XR e um Razer Phone, um dos preferidos para gamers do mundo Android, mas que ainda não roda o game nessa taxa; a diferença é gritante.

Sem dúvidas, a experiência de jogar com um controle na mão e ter vários botões ao alcance dos seus dedos é diferente, comparando com segurar o celular na mão e usar apenas os polegares — ignorando aqui os que conseguem jogar usando ainda os dedos indicadores. Mas no final das contas, é muito bom saber que desenvolvedores estão tentando entregar a mesma performance e jogabilidade já existente em consoles.

Publicidade

Desculpe, app não encontrado.

E você, joga Fortnite? Prefere Free Fire? Ou não curte jogos demorados? Comente abaixo!

dica do Halex Pereira

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Buscar iPhone

Homem recupera carro roubado com ajudinha do Buscar iPhone

Próximo Artigo
Pessoa segurando e lendo em iPad Pro

Retrospectiva 2018: os posts mais lidos no MacMagazine

Posts Relacionados