O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Tim Cook na keynote do evento especial de setembro

Apple gasta até 23x menos que outras empresas com segurança para CEO

Na semana passada, comentamos o salário milionário que o CEO1 da Apple, Tim Cook, recebeu em 2018. No mesmo relatório enviado à U.S. Securities and Exchange Commission (SEC), a empresa informou, ainda, quanto desembolsou com a segurança pessoal do executivo no ano passado: US$310 mil.

Publicidade

Parece muito? Se a sua reposta for “Sim”, repense. Esse valor está entre um dos menores gastos pelas gigantes do Vale do Silício, como divulgou a WIRED. De acordo com documentos enviados à SEC, a Intel desembolsou pouco menos de US$1,2 milhão para proteger seu ex-CEO, Brian Krzanich, no último ano fiscal da companhia. Amazon e Oracle gastaram cerca de US$1,6 milhão em segurança para seus diretores executivos, Jeff Bezos e Larry Ellison, respectivamente — ou seja, 5x mais que a Apple.

Mas se você se espantou com o custo de segurança dessas outras empresas, veja só quanto Mark Zuckerberg, CEO do Facebook, gastou: US$7,3 milhões em 2017 — e, de quebra, mais US$2,6 milhões com Sheryl Sandberg (COO da companhia; mais do que outras empresas gastaram com seus CEOs). Segundo informações do conselho da empresa, porém, o gasto anual projetado apenas para a segurança do CEO está agora em US$10 milhões!

Custo de empresas com segurança para seus CEOs

Se você, assim como eu, está se perguntando por que tamanha proteção, uma declaração do conselho de administração da empresa — divulgada em abril passado e obtida pela Fast Company — explica que isso tem a ver com a visibilidade do Facebook.

Publicidade

Devido à alta visibilidade da nossa empresa, nosso comitê de remuneração e governança autorizou um “programa geral de segurança” para o Sr. Zuckerberg que garante questões de segurança devido a ameaças específicas à sua segurança decorrentes diretamente de sua posição como nosso fundador, presidente e CEO. Exigimos essas medidas de segurança para o benefício da empresa devido à importância do Sr. Zuckerberg para o Facebook e acreditamos que os custos desse programa de segurança geral são apropriados e necessários.

Para o CEO da Apple, especificamente, o custo de sua segurança pessoal caiu substancialmente no ano passado em comparação a 2015, quando a companhia desembolsou US$700 mil para protegê-lo; no entanto, o valor é maior do que aquele gasto nos dois anos anteriores (US$220 mil).

via 9to5Mac

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Site do iPad Pro

Site interativo apresenta características do iPad Pro de uma forma diferente

Próximo Artigo
Mulher digitando a senha num MacBook Air

Tim Cook clama por leis de privacidade mais abrangentes ao congresso dos EUA

Posts Relacionados