O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Apple Schildergasse na Alemanha

Apple voltará a vender iPhones 7 e 8 na Alemanha

Dentre todos os desdobramentos causados pelas disputas judiciais da Apple com a Qualcomm ao redor do mundo, a saga dos iPhones banidos na Alemanha é a que, a curto prazo, poderia trazer mais prejuízos financeiros para a Maçã. Felizmente, parece que ela já foi contornada.

Publicidade

Como informou a Reuters, a Apple voltará a vender em suas lojas os iPhones 7 e 8, que tinha deixado de comercializar por conta própria após a decisão judicial do fim do ano passado, no país. Só tem um detalhe: todos os aparelhos serão equipados com modems da Qualcomm.

Não se sabe exatamente que tipo de acordo foi realizado entre a Apple e a fabricante de chips, mas uma solução dessas já tinha sido ventilada anteriormente; como bem se sabe, a Apple utiliza tanto peças da Qualcomm quanto da Intel para equipar os iPhones 7 e 8 (modelos mais recentes são equipados exclusivamente com modems da Intel).

A Apple emitiu um comunicado sobre a volta das vendas e, como era de se esperar, não economizou críticas à Qualcomm:

Publicidade

A Qualcomm está tentando usar liminares contra nosso produtos para tentar fazer a Apple sucumbir às suas exigências com ares de extorsão. Em muitos casos, eles estão usando patentes que compraram ou que não têm nada a ver com sua tecnologia de telecomunicações para assediar a Apple e outras fabricantes.

Para garantir a disponibilidade de todos os modelos de iPhone para os consumidores na Alemanha, nós não temos escolha senão parar de usar chips da Intel e despachar nossos aparelhos com peças da Qualcomm para o país. A Qualcomm está trabalhando para eliminar a concorrência por quaisquer meios possíveis, prejudicando os consumidores e sufocando a inovação da indústria no processo.

Com a reviravolta, os aparelhos passarão a ser vendidos novamente nas lojas físicas e online da Apple na Alemanha — nada muda para as revendedoras autorizadas e lojas de operadoras, que não deixaram de vender os iPhones em questão.

via MacRumors

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
"Apple News Magazines", suposto serviço de assinatura de revistas da Apple (imagem: 9to5Mac)

Editoras estão aceitando taxa de 50% para entrar no serviço de notícias da Apple

Próximo Artigo
App Store

Certificados também foram usados para espalhar versões falsificadas de apps como Spotify e Minecraft

Posts Relacionados