O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

iPhones sendo reciclados em fábrica de Austin

Apple expande seu programa de reciclagem de iPhones nos EUA

Em antecipação do Dia da Terra (Earth Day), que é comemorado em 22 de abril, a Apple anunciou hoje uma grande expansão do seu programa de reciclagem de iPhones nos Estados Unidos.

Publicidade

A Apple está quadruplicando o número de localidades nos EUA às quais consumidores podem enviar iPhones que serão então encaminhados à Daisy, robô que é capaz de desmontar 200 aparelhos (de 15 modelos diferentes) por hora. A partir de agora, também serão aceitos iPhones entregues em lojas da Best Buy, nos EUA, e da rede KPN na Holanda.

A Daisy desmonta e seleciona componentes específicos dos iPhones utilizados no processo de reciclagem, e só em 2018 a Apple conseguiu com ela recondicionar mais de 7,8 milhões de dispositivos, ajudando a reutilizar mais de 48 mil toneladas de resíduos eletrônicos.

O cobalto, por exemplo, é um material importantíssimo em baterias. A Apple envia as baterias de iPhones retiradas pela Daisy de volta para a sua cadeia de fornecimento, que são então combinadas com outros componentes recuperados de forma a se fabricar baterias totalmente novas.

Materiais reciclados de iPhones

A Apple também está usando estanho 100% reciclado em um componente-chave das principais placas lógicas de 11 diferentes produtos. Além disso, a liga de alumínio dos novos MacBooks Air e Macs mini é feita 100% de alumínio reciclado — tal como já havíamos destacado nesse outro artigo.

Publicidade

“Reciclagem avançada deve se tornar uma parte importante da cadeia de suprimentos de eletrônicos, e a Apple está liderando um novo caminho para ajudar a melhorar a indústria”, declarou Lisa Jackson, vice-presidente de iniciativas ambientais, políticas e sociais da Apple.

“Nós trabalhamos duro para desenhar produtos nos quais consumidores podem contar por um longo período. Quando chega a hora de reciclá-los, esperamos que a conveniência e o benefício dos nossos programas estimulará as pessoas a nos enviar seus dispositivos antigos”, concluiu Jackson.

Material Recovery Lab

Visando expandir ainda mais suas capacidades de reciclagem, a Apple também anunciou hoje a abertura do seu Material Recovery Lab em Austin, no Texas.

Trata-se de um novo laboratório — com uma área de 840m² — totalmente dedicado a estudar e descobrir novos processos de reciclagem, envolvendo não só robótica, mas também aprendizado de máquina.

A ideia é aprimorar ainda mais os processos de desmontagem, seleção e trituração de peças e componentes utilizados em eletrônicos, bem como propor novas soluções para toda a indústria de reciclagem.

Publicidade

·   •   ·

Em seu comunicado para a imprensa sobre os programas de reciclagem, a Apple também revelou que tem hoje uma cadeia de mais de 5.000 Apple Stores e Centros de Serviço Autorizados em todo o mundo.

Recentemente, como noticiamos aqui, a Apple lançou um novo método que otimiza o reparo de telas de iPhones e permite que uma gama muito maior de assistências técnicas independentes ofereçam esse serviço.

Ainda sobre o Dia da Terra, há alguns dias também noticiamos que donos de Apple Watches terão mais uma vez um desafio para completarem no dia 22/4 que lhes dará badges e stickers especiais temáticos.

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Modo escuro do Evernote para macOS

Evernote corrige falha de segurança no macOS; Xcode, Procreate, Halide e Spectre são atualizados

Próximo Artigo
Câmera frontal do iPhone X

Rumor: iPhones de 2019 terão nova câmera frontal de 12MP e 5 elementos

Posts Relacionados