iPhones 11 e 11 Pro com telas não-originais trarão aviso nos Ajustes A funcionalidade dos aparelhos não será afetada, entretanto

Interessante notar que, de uns tempos para cá, a Apple tem seguido dois caminhos um tanto opostos no que diz respeito a reparos não-autorizados nos seus aparelhos. Por um lado, a empresa passou a permitir que iPhones com baterias não-originais sejam reparados em centros autorizados e começou a fornecer peças genuínas para assistências não-autorizadas; por outro, passou a explicitar o uso de baterias paralelas em aparelhos iOS e envolveu-se numa polêmica acerca do recurso Saúde da Bateria.

Publicidade

Naturalmente, a chegada de novos iPhones reservaria novos capítulos para a saga da Apple com as assistências não-autorizadas. Não deu outra: a Maçã publicou hoje um novo documento de suporte, referente aos iPhones 11 e 11 Pro, revelando que começará a exibir alertas nesses aparelhos caso eles sejam equipados com painéis do mercado paralelo.

Mais especificamente, caso você leve seu novo iPhone a um centro de reparos não-autorizado e o técnico substitua a tela do aparelho por uma peça não-original, uma notificação aparecerá na sua tela de bloqueio avisando que o componente não é genuíno; essa notificação ficará lá por 4 dias. Em seguida, ela será exibida durante 15 dias na página inicial do app Ajustes. Por fim, o aviso será exibido permanentemente na área Geral » Sobre.

A Apple nota que o aviso tem caráter somente informacional, isto é, não afeta em nada a funcionalidade do seu aparelho. A ideia é apenas facilitar o trabalho de Centros de Serviço Autorizados Apple, já que os técnicos desses locais poderão checar mais facilmente algumas informações importantes (como o status da tela) sem precisar abrir o aparelho. A informação sobre tela não-genuína, inclusive, é incorporada ao perfil do dispositivo, para que seja exibida num diagnóstico externo mesmo que o painel esteja quebrado.

Publicidade

Os iPhones 11 e 11 Pro terão avisos parecidos caso suas baterias sejam trocadas por componentes não-originais — mas isso não chega a ser uma novidade, já que um comportamento similar já era adotado nos iPhones XR e XS. A questão das telas que é inédita (e exclusiva para os aparelhos de 2019).

Com isso, fica claro que a prioridade da Apple é reforçar a importância do uso de peças originais. A empresa destaca, na nova página de suporte, que telas do mercado paralelo podem ter qualidade inferior e apresentar problemas ou deficiências, como falta de suporte ao Multi-Touch ou ao True Tone, calibração incorreta, brilho irregular ou abaixo do esperado e muitos outros.

via MacRumors

Taggeado:

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…