O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Família de Macs

Problema envolvendo desligamento de Macs é culpa do Google, na realidade

Falha em software de atualização do Google teria iniciado tudo

Ainda ontem, comentamos um problema um tanto quanto misterioso envolvendo Macs Pro que supostamente teriam instalados softwares da Avid, com destaque para o Media Composer. Como diversos usuários foram afetados, muitos acompanharam o andar da carruagem, que teve agora uma “reviravolta”.

Publicidade

Com o número crescente de relatos, muitos usuários primeiro começaram a afirmar que o problema também afetava outros Macs, além da workstation. Em seguida, outra porção de pessoas prejudicadas disseram que não tinham nenhum software da Avid instalado em suas máquinas, fazendo com que a raiz do problema voltasse a ser uma incógnita — até o Google publicar um novo relatório sobre um erro que poderia afetar alguns sistemas do macOS.

De acordo com a empresa, a versão 1.2.13.75 do Google Keystone (software “oculto” de atualização da companhia) foi despachada com um bug que danifica o macOS nos Macs em que a Proteção da Integridade do Sistema (PIS) está desativada.

Mais precisamente, o recurso de segurança do sistema operacional ajuda a “impedir que softwares potencialmente maliciosos modifiquem arquivos e pastas protegidos do Mac”. Apesar de o recurso ter sido incluído com o OS X El Capitan (10.11), o bug do Google também afeta computadores que não oferecem suporte à PIS.

Publicidade

O Google afirmou que interrompeu a distribuição da atualização supracitada do Keystone até que uma solução seja divulgada. Nos computadores em que a atualização já foi instalada, a empresa recomenda que os usuários sigam as próximas etapas para recuperar suas máquinas afetadas pelo bug (apenas para Macs com o OS X El Capitan 10.11 ou posterior instalados).

  1. No Modo de Recuperação, escolha o volume instalado com o app do Google (na maioria dos casos “Macintosh HD”).
  2. Abra o app Terminal e insira os seguintes comandos:
# chroot /Volumes/[nome do volume instalado] 
# mv var vv
# ln -s private/var var
# chflags -h restricted /var
# chflags -h hidden /var
# xattr -sw com.apple.rootless "" /var

Para usuários do OS X Yosemite 10.10 e anteriores, siga até o 2º passo acima e insira, no Terminal, os seguintes códigos:

/Users/[nome do usuário]/Library/LaunchAgents/
OU
/Library/LaunchAgents/
- com.google.keystone.agent.plist
- com.google.keystone.xpcservice.plist
# exit
(recomendado) # csrutil enable (10.11+)

Esses comandos removerão, especificamente, a versão afetada da atualização de software do Google e restaurarão a parte danificada do sistema de arquivos do macOS. Após realizar qualquer um dos métodos acima, o usuário deverá reiniciar a máquina.

Publicidade

Plot twist: o problema não envolve, afinal, os softwares da Avid. Ainda assim, os profissionais de vídeo foram especialmente afetados pois a PIS precisa estar desativada para permitir o suporte às placas de vídeos de terceiros, ao passo que a maioria dos usuários não deve ser prejudicada pela falha pois a PIS vem ativada por padrão.

via Mr. Macintosh

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Aplicativo Clips 2.0, da Apple

Clips ganha novos adesivos animados; iMovie passa a aceitar arquivos de drives externos; confira outros apps atualizados!

Próximo Artigo
iPhone 4

Rumor: iPhones de 2020 terão "mudança significativa" no design, inspirados no iPhone 4

Posts Relacionados