O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Apple News+ chega à Austrália e ao Reino Unido com várias publicações locais

Apple News+ na Austrália

O Apple News+ veio ao mundo em março passado e conquistou muitos adeptos em seus primeiros dias de vida, mas esteve, até hoje, restrito a dois países: Estados Unidos e Canadá. Agora, não mais: finalmente, o “Netflix de periódicos” da Maçã está fazendo sua primeira expansão para além da América do Norte, chegando à Austrália e ao Reino Unido.

Publicidade

Na Austrália, o serviço custa AU$14,99 por mês (cerca de R$42, em valores de hoje) e também conta com vários periódicos do país — entre eles, The Australian, Daily Telegraph, Herald Sun, Courier Mail, The Advertiser, Australian Geographic e as versões locais de Women’s Health, Elle, Vogue e Harper’s Bazaar.

Na Terra da Rainha, o Apple News+ custa £9,99 por mês — ou, em conversão direta por valores de hoje, R$51 mensais. Ele conta com cerca de 150 periódicos, incluindo publicações locais de grande importância, como The Times (e The Sunday Times), Empire, Hello!, Cyclist, Grazia e as versões britânicas de Esquire, Elle e Cosmopolitan.

Apple News+ no Reino Unido

Em ambos os casos, australianos e britânicos podem acessar, também, várias publicações de interesse internacional — como é o caso de Wall Street Journal, Los Angeles Times, National Geographic e Rolling Stone. A Apple também oferece, nos dois países, um mês de testes grátis (como é padrão nos seus serviços) e suporte ao Compartilhamento Familiar do iCloud, para que até seis pessoas de uma mesma família utilizem o Apple News+ pagando apenas uma assinatura.

Publicidade

Vale notar, em meio a isso tudo, uma declaração de Robert Thomson, CEO da News Corp. (conglomerado de mídia responsável por algumas das publicações citadas acima), ao Business Wire. O executivo não mediu palavras ao valorizar os esforços da Apple na área de notícias — e, ao mesmo tempo, desqualificar uma das suas principais concorrentes.

Nós estamos orgulhosos de fazer uma parceria global com uma empresa que acredita verdadeiramente na importância da confiabilidade e no fato de que jornalismo de valor tem seu custo. A Apple tem agido positiva, honrosa e decididamente na mudança da paisagem digital, enquanto outros provedores, como o Google, preferem o hype e a hipocrisia.

São palavras fortes vindas de uma das maiores empresas do mundo na área. Basta saber, agora, quando é que a Apple vai levar toda essa potência para outras localidades — aposto que há bastante interesse para um serviço do tipo aqui no Brasil, por exemplo.

via 9to5Mac

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
AirPods

Apple leva três processos por conta dos AirPods, do Atalhos e do Memoji

Próximo Artigo
Dólares

Apple divulgará resultados do seu quarto trimestre fiscal de 2019 em 30 de outubro

Posts Relacionados