Apple fabrica o iPhone 11 Pro Max por menos de US$500 Até para a Apple o iPhone ficou mais caro

Quanto custa um iPhone 11 Pro Max de 512GB? Para nós, aqui no Brasil, um total de R$9.600; para a Apple, estima-se que pouco menos de US$500 (cerca de R$2.060), de acordo com um desmonte divulgado pelo TechInsights, que calculou o valor aproximado de cada peça do novo flagship da Maçã.

Publicidade

O componente mais caro do aparelho é o novo sistema de câmera tripla, destaque dessa versão, que pode custar cerca de US$73 para a Maçã. Em segundo lugar aparece a tela OLED1, a qual tem um custo estimado em US$66, seguida pelo processador A13 Bionic, que custa cerca de US$64.

Além do custo dos componentes do iPhone 11 Pro Max, a TechInsights especulou, ainda, que a montagem desse aparelho (seja ela feita pela Foxconn na China ou na Índia) custe à Maçã cerca de US$21.

Com base nesses e em outros valores descriminados na tabela a seguir, a empresa considera que os custos de todas as peças e a fabricação do iPhone 11 Pro Max seja de US$490,50. Isso representa 34% do valor que a Apple cobra pelo gadget nos Estados Unidos (US$1.450).

Custo do iPhone 11 Pro Max pela TechInsights

Ainda assim, é importante notar que os 66% restantes não são puro lucro. A lista de materiais não cobre os salários dos funcionários da Apple, publicidade e outros custos (transporte, embalagens, seguros, etc.). Além disso, esses valores não incluem o desenvolvimento do iOS, mas as vendas do iPhone (com alguma ajuda do iPad) devem, naturalmente, cobrir todas as despesas para a manutenção desse software.

A soma calculada pela TechInsights é ligeiramente maior do que os custos de fabricação do iPhone XS Max de 256GB, divulgados no ano passado, que eram de US$443. Em comparação com o Galaxy S10+, o iPhone 11 Pro Max é também um pouco mais caro, já que a fabricação desse dispositivo pode custar US$420 à Samsung.

Publicidade

Vale notar, entretanto, que esses números são apenas estimativas e não refletem o custo real de produção desses gadgets, já que oficialmente eles podem ser diferentes a depender das negociações firmadas pela Apple com suas inúmeras fornecedoras.

via Cult of Mac

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…