O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Bloomberg: óculos de AR da Apple e Macs com chips próprios chegarão em 2020

A próxima grande novidade da Maçã pode estar mais próxima do que imaginamos
Conceito do "Apple Glass"

Muitas vezes, rumores não passam de fofocas e/ou especulações; mas, em alguns casos, há certas constatações que indicam um caminho ou mesmo uma possibilidade grande do que está por vir. No universo Apple, um dos rumores mais proeminentes que apontam para uma possível (e futura) novidade da companhia tangencia o famigerado “Apple Glass”, suposto headset de AR1 da Maçã.

Publicidade

As constatações em torno de tal gadget são tantas que, de fato, fica cada vez mais difícil negar ao menos a existência de um produto assim dentro dos laboratórios de Cupertino. Para jogar ainda mais lenha nessa fogueira, Mark Gurman, da Bloomberg, divulgou há pouco uma nova reportagem na qual menciona rumores passados e reafirma que um dispositivo de AR chegará mesmo no ano que vem, entre outras novidades.

Para Gurman, os óculos (ou seja qual for a aparência desse gadget) deverão se emparelhar com o iPhone da mesma forma que os AirPods e o Apple Watch, por exemplo, para exibir mensagens, emails e dados de localização a partir da aérea de visualização do usuário (isso é muito “Black Mirror”). Ademais, seria possível jogar com o headset — a Maçã estaria considerando, inclusive, criar uma App Store própria para seus óculos.

Semelhantemente, a próxima geração de iPhones também deverá ganhar novidades relacionadas às tecnologias de realidade aumentada, como um novo sensor ToF2 na câmera traseira que poderá ajudar na visualização de objetos em AR. Mais do que isso, Gurman sublinha que os próximos modelos também deverão oferecer suporte a 5G e terão novos tamanhos (5,4″, 6,1″ e 6,7″).

A Bloomberg reitera, ainda, alguma suposições de que a Apple lançará um recurso de monitoramento de sono para o Apple Watch e de que poderá anunciar, pela primeira vez, Macs com processadores personalizados (presumivelmente com base na arquitetura ARM3) em 2020.

Quanto à última possibilidade, sabemos que isso é apenas uma questão de tempo e que tal decisão contribuirá para que a Apple diminua sua dependência de outras fornecedoras, como a Intel, criando exatamente o chip necessário para o momento adequado — e não mais dependendo do calendário de lançamento de terceiros.

Publicidade

É, o ano que vem promete; preparados?

via MacRumors

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Aparência clara e escura no iPhone

iPhones no Modo Escuro podem ter duração de bateria até 30% maior do que no Modo Claro

Próximo Artigo
Face Unlock do Pixel 4

Google promete que tornará “Face ID” do Pixel 4 mais seguro

Posts Relacionados